Blog do Prisco
Destaques

O primeiro denunciado de SC

O ex-deputado federal João Alberto Pizzolatti (PP) é o primeiro catarinense formalmente denunciado pela Procuradoria Geral da República ao STF no contexto da Operação Lava Jato. Hoje secretário de Estado numa pasta amiga em Roraima, o progressista segue internado em estado que inspira cuidados após um acidente doméstico no extremo norte do país. O que não muda em absolutamente nada os trâmites judiciais. Pizzolatti foi denunciado na quarta-feira, 30. As investigações apuram crimes de corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro roubado das arcas da Petrobrás. O catarinense é alvo de mais três ações que tramitam no STF. O período em que o ex-parlamentar teria se lambuzado nos dutos da petroleira é de 10 anos (2004-2014). A denúncia ganhou grande espaço na mídia nacional. Até porque, segundo as investigações, João Alberto Pizzolatti fazia questão de retirar pessoalmente a propina no escritório paulista do doleiro Alberto Yousseff. Fazia isso para não ter que pagar a taxa de 3% cobrada pelo transporte do butim! A situação do catarinense tende se complicar a partir da delação premiada do ex-deputado Pedro Corrêa, a quem Pizzolatti era muito ligado. Junto com o ex-deputado, a PGR denunciou cinco deputados do PP e o ex-deputado e ex-ministro Mário Negromonte, que hoje é conselheiro do TCE baiano.

Foto>divulgação

Posts relacionados

SC tem 33 municípios afetados pelas chuvas

Autor

Alckmin: “Bauer é o nome natural”

Autor

FIESC reitera necessidade de reforma da previdência estadual com economia efetiva

Redação