Blog do Prisco
Destaques

Ordem dos economistas emite Nota de Repúdio

“Não são economistas que vão resolver o problema do Brasil. Temos que resolver pela política, temos que conversar — afirmou Lula”.

Esta frase foi dita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao presidente Michel Temer, no dia 03/02, em conversa ocorrida no Hospital Sírio Libanês, onde se encontrava hospitalizada a esposa do presidente pretérito.

Afirmando isso é passível concluir que o ex-presidente é cego e, talvez, neste fato resida à razão do respectivo sempre afirmar que em seu governo não tinha corrupção e que ele não sabia de nada quando os desvios de corrupção eram claros à sociedade brasileira.

Incrível, inacreditável, inadmissível um ex-presidente, sequer dotado de graduação superior, afirmar de forma enfática, utilizando palavreado vulgar, uma ideologia teratológica que vem na contra mão do nível de sabedoria de uma das classes profissionais mais distintas do país: OS ECONOMISTAS.

Não quis relembrar o ex-presidente que no seu governo os economistas já alertavam da possibilidade de uma crise futura em decorrência da eminente diminuição da velocidade da circulação de moeda em face da rapidez e do quantitativo que os brasileiros estavam se endividando.

Se o ex-presidente tivesse ofertado a possibilidade dos economistas participarem das decisões econômicas o país não teria chegado ao caos no meio empresarial, industrial e de serviços. O vivenciado foi o fomento do político acima do técnico e o resultado está à vista de todos, menos do patológico ex-presidente sem visão.

A resolução dos problemas e a retomada do crescimento notoriamente passarão pelos economistas, pois eles são profissionais pertencentes a uma categoria que engloba em seus quadros soberbos seres.

Depois da ordem e da liberdade a economia é uma das coisas essenciais a um governo. A economia estruturada é sempre uma garantia de paz.

(Calvin Coolidge)

Ordem dos Economistas de Santa Catarina – OESC

Posts relacionados

ACIJ inova e investe 700 mil em energia fotovoltaica

Fabian Oliveira

Kleinübing assina no DEM em março

Autor

Três novos Procuradores de Justiça tomam posse

Autor