Blog do Prisco
Destaques

Os reflexos da chapa pura tucana em SC!

Deputada federal Geovania de Sá (PSDB), que tem base eleitoral em Criciúma, avisou a dirigentes tucanos de Santa Catarina que aceita ser candidata a vice-governadora em chapa pura do partido. A composição, se ocorrer de fato, será encabeçada pelo senador Paulo Bauer, que foi candidato a governador em 2014.
A parlamentar havia sido convidada para o desafio há três semanas. Na sexta-feira passada, em Laguna, Bauer reforçou o convite. Ela declinou, mas reavaliou durante o fim de semana, depois de ser muito pressionada por lideranças tucanas. Inclusive pelo prefeito de Criciúma e seu correligionário, Clésio Salvaro.
É mais um passo para consolidar a chapa pura do PSDB. Geraldo Alckmin vai ter muita dificuldade para atropelar o processo em Santa Catarina, considerando-se que o cabeça é um senador da República, líder da bancada no Senado; que a candidata a vice é uma deputada federal com boa atuação no primeiro mandato; e que o candidato ao Senado é um jovem líder, ex-prefeito da terceira maior cidade catarinense (Napoleão Bernardes). É impossível imaginar o presidenciável tucano atropelando esses nomes e lideranças em favor de Esperidião Amin, do PP.
Palanques múltiplos
Outra variável importante. Se fechar com Amin, o ex-governador de São Paulo pode esquecer o apoio do MDB Barriga-Verde. Já se os tucanos realmente forem de chapa pura, Alckmin pode ter três palanques no Estado. O do próprio partido, o do Manda Brasa e de Gelson Merisio. Poderá ter até um quarto, caso Amin resolva candidatar-se ao governo, mesmo que tenha como parceiro somente o DEM do amigo João Paulo Kleinübing.
Bom senso
A menos que o candidato a presidente pelo PSDB tenha perdido o juízo, o que não é uma característica de sua longa trajetória, muito pelo contrário – ele não vai abrir mão da possibilidade de frequentar três ou quatro palanques em troca de apenas um!
Quatro frentes
O avanço nas costuras para a hipotético chapa pura do PSDB catarinense, nesta reta final, é uma cristalização do processo. Os tucanos parecem realmente dispostos a irem para a disputa no melhor estilo puro sangue. Neste caso, teríamos quatro grandes candidaturas ao governo, se considerarmos que PSD e PP estarão juntos! É pouco provável que Esperidião Amin consiga a indicação para tentar novamente chegar ao Centro Administrativo apenas com o DEM a tiracolo. dele.
Napoleão, Bauer e Geovania. À D, o prefeito Clésio Salvaro, decisivo para que a deputada aceitasse ser vice – foto>divulgação
Bornhausen se manifesta
Ex-governador, ex-senador e ex-ministro Jorge Konder Bonrhausen, entrou em contato com o colunsita depois da repercussão do post – no Blog do Prisco – informando que ele estaria no centro de uma articulação para isolar o PSD e Gelson Merisio. E fortalecer o projeto presidencial do amigo Geraldo Alckmin (PSDB). O texto está no https://www.blogdoprisco.com.br/articulacao-para-isolar-o-psd/.
Aspas
 “Caro Prisco. Esclareço ao amigo que não estou fazendo nenhuma articulação. Apenas dou conselhos a quem me pede. Juntar numa chapa só os que têm votos será bom para SC. Torço que isto aconteça. Pelo Brasil, tenho me empenhado para que se consolide o melhor candidato, (Geraldo) Alckmin. Homem público correto, ele está preparado para ser nosso Presidente. ABS do amigo Jorge. Desejo, na mesma chapa, Raimundo (Colombo), Paulo Bauer, (Esperidião) Amin e (Gelson) Merisio. Espero que a racionalidade e o espiro público os levem a um entendimento. ABS Jorge”

Posts relacionados

Colombo participa de ato de filiação de empresário no PSD de Içara

Fabian Oliveira

Vampiro discute reforma administrativa com a Casa Civil

Fabian Oliveira

Justiça manda liberar todas rodovias de SC

Autor