Blog do Prisco
Manchete

Pesquisa contratada pela Jovem Pan ilustra o cenário pré-eleitoral em Criciúma

A pesquisa eleitoral realizada pela empresa Niul, contratada pelo Grupo Jovem Pan, mostra claramente que o nome mais forte na disputa pela prefeitura de Criciúma é o do deputado federal Ricardo Guidi (PSD).

Sua prima e também deputada federal, Júlia Zanatta (PL), é uma personagem importante com vistas ao pleito municipal de 2024. Se Guidi efetivamente for candidato, o apoio dela pode ser decisivo para uma conquista por larga margem de votos. Guidi tem 28,2% da preferência na enquete estimulada. Júlia vem em segundo, com 14,7% das intenções de votos. Arleu da Silveira não bate nos dois dígitos.

Os dados ilustram, ainda, que o candidato mais forte do atual governo municipal atende pelo nome de Acélio Casagrande (PSDB). Tem preferência bem maior (18,3%) do que a do ungido pelo prefeito Clésio Salvaro, Arleu da Silveira (PSD). O vereador licenciado, aliás, já foi escolhido como nome do grupo à sucessão do próprio Clésio.

Na pesquisa espontânea, o prefeito mostra sua força. Embora não possa disputar em 2024, ele lidera as intenções de votos, merecendo a indicação de 35% dos entrevistados. O governador Jorginho Mello, destaque-se, tornou-se um grande eleitor no município.

De acordo com a pesquisa da Niul, 42% dos criciumenses votariam num candidato respaldado por Jorginho.

Outro aspecto: a rejeição de Ricardo Guidi é baixíssima.

Não custa lembrar que Júlia Zanatta – personagem importante no contexto da política municipal – é correligionária do governador; e Ricardo Guidi, primo dela, embora permaneça no PSD por força legal, é secretário de Estado da atual gestão.