Blog do Prisco
Destaques Notícias

Petistas defendem manutenção do Ministério do Desenvolvimento Agrário

O ministro chefe da Casa Civil, Aloísio Mercadante, recebeu, esta semana, em Brasília, integrantes do Núcleo Agrário Petista na Câmara dos Deputados. O coletivo de parlamentares discute especialmente as pautas que tramitam no Parlamento Federal que tem relação com agricultura familiar e camponesa. No encontro, que demorou pouco mais de meia hora, os petistas rechaçaram qualquer possibilidade de “extinção” do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) no possível corte de ministérios.

PT defende min desenvolvimento agrário

Integrante do Núcleo, o deputado federal Pedro Uczai (PT  – sexto da E para a D), participou do encontro e argumentou de que a agricultura familiar e camponesa precisa das políticas de Estado para se desenvolver e o MDA é a porta de entrada. Para ele, o Ministério foi fundamental nos avanços que o setor registrou nos últimos 12 anos de governos petistas. “Em 2002 eram R$ 4,5 bilhões para financiar a agricultura familiar, já em 2015 saltamos para R$ 28,9 bilhões. Cerca de 10% deste orçamento será para financiar os agricultores catarinenses [Plano Safra 2015/2016]”, apontou.

De acordo com o petista, se o MDA perder o status de ministério é possível que as políticas de fomento ao setor possam retroceder. Ele destacou estar empenhado neste sentido, pois é representante político de um estado aonde 94,5% das propriedades rurais possuem menos de 50 hectares, o que caracteriza a agricultura familiar e camponesa. “Minha trajetória política sempre foi orientada no sentido de que direito não se reduz, se mantém ou se amplia. É um direito de todos os agricultores familiares do país um instrumento para operar as políticas públicas de fomento ao setor”, destacou o petista, lembrando que somente em Santa Catarina são 170 mil propriedades familiares.

Foto: divulgação