Blog do Prisco
Coluna do dia

Política X Economia

Depois de um longo e tenebroso inverno, a economia, indiscutivelmente, vem apresentando sinais positivos. A inflação de janeiro foi a menor desde 1979, as contas públicas estão sendo enxugadas, apesar de alguns Estados estarem falidos; os juros continuam caindo e o ambiente geral de negócios é de expectativa positiva. A retomada do crescimento, de forma mais contundente, deve ocorrer a partir do segundo semestre.

Mas no campo político, as notícias andam na contramão do que ocorre na seara econômica. No Planalto, no Congresso e no próprio Judiciário a movimentação é escancarada no sentido de apagar as luzes da Lava Jato.

Não por acaso, o ministro Edson Fachin, novo relator dos processos atinentes à força-tarefa no STF, aceitou o pedido de inquérito contra os senadores Renan Calheiros e Romero Jucá, e o ex-presidente José Sarney, trinca dourada do PMDB. O partido pilota as manobras e rasteiras que visam a ferir de morte as investigações. Aí estão Edson Lobão na presidência da CCJ do Senado e Renan na liderança da legenda na Casa.

Nesta batida, a tendência é a temperatura subir, gerando novos e delicados conflitos entre a banda boa do Judiciário e a classe política do Sul do Mundo. Resta ajoelhar e rezar para que a economia sobreviva à contaminação a partir do ambiente político.

 

Sintonia

O prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni (PMDB), aproveitou a inauguração da reforma e ampliação da Escola de Educação de Básica Paulo Bauer para colocar em dia a agenda do município com o governador Raimundo Colombo (PSD). A cada dia que passa aumenta a sinergia entre os dois. A expectativa é de parceria tanto no campo político quanto no administrativo na atualidade e com perspectivas futuras.

 

Blocos na rua

Logo no vácuo do lançamento da candidatura de Gelson Merísio ao governo do Estado pelo PSD, o PMDB definiu um calendário de mobilizações. Na próxima segunda, estarão juntas as bancadas estadual e federal, mais Eduardo Moreira, Dário Berger, Casildo Maldaner e Paulo Afonso Vieira. Em março, a movimentação sai da cúpula e  ganha o Estado. O PMDB vai reunir todos os seus prefeitos e vice-prefeitos. A cada novo encontro, repete-se o mantra: o partido terá cabeça de chape em 2018.

 

Morde-assopra

Enquanto Gelson Merísio lidera a movimentação anti-PMDB no Estado, o governador Raimundo Colombo afaga a turma do Manda Brasa. Até porque deseja preservar maioria folgada na Assembleia durante o ano.

 

Reta final

Hoje tem reunião do Colegiado estadual, em Lages. A informação é a de um evento preparatório para planejar o “último ano” do governo Raimundo Colombo. As conversas entre as autoridades só acabarão amanhã, dia 16.

 

É Barra

Erguida na gestão do ex-prefeito Edson Renato Dias, o Piriquito, a passarela da Barra, em Balneário Camboriú, originou uma ação do MPF e da PF que foi chamada de Trato Feito. Várias cabeças coroadas da prefeitura, à época, foram detidas ou levadas coercitivamente para depor. Para o MP, havia se formado ali uma “organização criminosa”. Mas o político do PMDB passou incólume.

 

Furo

Agora, o TCE decidiu, por unanimidade, converter em tomada especial de contas o resultado de uma auditoria minuciosa sobre a obra. A corte de contas responsabiliza Piriquito e outras seis pessoas “solidariamente”. Os envolvidos estão sujeitos a pesadas multas e sanções administrativas, pois foram constatadas irregularidades na aplicação de R$ 8 milhões na obra, que custou mais de R$ 30 milhões.

Posts relacionados

Ideias e propostas

Autor

Dever de casa

leander

Nitroglicerina na Segurança

leander