Blog do Prisco
Destaques

Porte rural de armas é aprovado em Comissão

Deputado Colatto apoia o porte para que agricultores possam se defender

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural aprovou, nesta quarta-feira (4), proposta que permite a concessão de licença para o porte de arma de fogo para proprietários e trabalhadores rurais maiores de 21 anos. O objetivo, segundo o texto, é proporcionar a defesa pessoal, familiar ou de terceiros, assim como a defesa patrimonial.

Conforme a proposta, a licença será concedida mediante requerimento, com a apresentação dos seguintes documentos: documento de identificação pessoal; comprovante de residência ou de trabalho em área rural; e nada consta criminal. O comprovante de residência poderá ser substituído pela declaração de duas testemunhas e o nada consta criminal, pela declaração da autoridade policial local.

Para o deputado federal Valdir Colatto (PMDB-SC), a aprovação é um importante avanço. “Muitos dos nossos agricultores estão isolados, não tem proteção contra a bandidagem. Por isso, é importante garantir formas de resguardar aqueles que tanto fazem por nós”, defendeu.

Sugestão

O deputado catarinense sugeriu ainda que o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, faça com que a Polícia Ambiental proteja os agricultores e que a medida seja adotada por todos os estados. “A Polícia Ambiental está equipada, está andando no interior dos municípios e precisamos que eles levem em conta a segurança das pessoas”, pontuou Colatto.

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado agora pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

CELSO MALDANER COMEMORA APROVAÇÃO

O deputado federal Celso Maldaner (foto abaixo) comemorou a aprovação na Comissão de Agricultura, do Projeto de Lei 6717/16 que  regulamenta o porte de arma de fogo para produtores rurais no País.  Para o deputado, membro da comissão e favorável ao projeto, é preciso inibir a violência e o alto índice de assaltos no campo e este projeto visa dar segurança e proteção para quem mora em propriedades rurais. O PL prevê a licença com duração para 10 anos e será concedida mediante apresentação documental, comprovante de residência em área rural e atestado de bons antecedentes. O projeto segue agora para as Comissões de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça ao qual o parlamentar também atua, com caráter conclusivo, sem passar pelo Plenário.

Celso Maldaner recuperação econômica

Posts relacionados

João Rodrigues municia Kassab sobre destruição no Oeste

Autor

Secretário da SAN destaca demandas catarinenses em agenda no MCTIC

Redação

Manifestação em defesa do agronegócio

Autor