Blog do Prisco
Coluna do dia

PP fora do governo

PP fora do governo

Acertada a ascensão do deputado federal Esperidião Amin ao comando do PP catarinense, com eleição a ser sacramentada no dia 22 de agosto, fica mais distante o sonho de Raimundo Colombo de integrar, de fato (com uma secretaria de ponta, por exemplo) os velhos aliados ao seu segundo governo.

O governador projetava contar com os progressistas já no primeiro mandato. Para quem não lembra, houve forte articulação para que o então deputado Joares Ponticelli assumisse a Secretaria de Educação, costura que foi barrada pelo PMDB.

A proximidade com o pleito municipal de 2016 fez com que o governador realimentasse o desejo. Até como forma de aproximar ainda mais PSD e PP nos municípios. Mas só um milagre para que um progressista seja guindado a uma pasta de ponta diante do novo contexto.

 

 

Distância estratégica

Com o olhar em 2018, Esperidião Amin tem um histórico a seu favor que não poderá ser desprezado. Ele foi a única grande liderança do partido e dapolítica de Santa Catarina a ter se mantido distante de Raimundo Colombo, Eduardo Moreira, do falecido Luiz Henrique, etc. Postura mantida desde 2003! No âmbito nacional, o partido do ex-governador se lambuzou no governo e em escândalos, mas ele também ficou equidistante do PT, de Dilma Rousseff e dos correligionários sedentos por cargos estratégicos. Ou seja, tem lastro para fomentar um discurso de oposição quando chegar a hora.

 

 

Ex-mitos

O domingo de manifestações deixou claro que Lula da Silva não é mais um mito da política. Está cada vez mais na mira da polícia e na boca do povo. O partido que ele fundou, o PT, também não encontra mais respaldo na sociedade.

 

 

Padrinho

Vice-presidente da Assembleia, o deputado Aldo Schneider (PMDB) fez questão comparecer à inauguração da quadra coberta com estrutura completa para a prática de esportes. Foi em Agronômica, no Alto Vale, cidade campeã em produção de arroz por metro quadrado.

 

 

Pré-candidato

Outra liderança do Alto Vale, Milton Hóbus (secretário de Defesa Civil) fez questão de abonar a ficha do empresário Renê Geraldo Siegel. Ele chega ao PSD para ser candidato a prefeito de Agrolândia.

 

 

Agenda

Prefeito de Brusque, Roberto Prudêncio Neto (PSD) está em Brasília. Tem agenda marcada há mais de 20 dias, nos Ministérios das Cidades, Turismo e Integração Nacional. O pessedista também vai percorrer gabinetes de senadores e deputados para acelerar a liberação de recursos para o município.

 

 

Misturando as bolas

Pela primeira vez, o PSDB oficializou a “carona” nas manifestações contra Dilma, Lula da Silva e o PT. A adesão tucana, avaliam cabeças coroadas, também pode ter contribuído para que menos pessoas fossem às ruas.

 

 

Mentiras

“A indignação da sociedade brasileira é, em primeiro lugar, pela mentira durante o processo eleitoral, e em segundo, por não ver no governo uma ação que seja coerente com o seu discurso.” Frase do senador Dalirio Beber.

 

 

Meta

O PSDB também estabeleceu meta para o número de candidatos a prefeito no ano que vem: 150. No fim de semana foram lançados pré-candidatos da legenda em Joinville, Jaraguá do Sul, Canoinhas e Mafra.