Blog do Prisco
Manchete

Pré-campanha se acirra na Capital

Ex-aliado do ex-emedebista Gean Loureiro, o vereador Rafael Daux a cada dia emite mais sinais de que estará presente na disputa eleitoral deste ano em Florianópolis. Desde o ano passado, se especula uma chapa com ele de vice do Coronel Araújo Gomes, comandante-geral da PMSC. O militar viria pelo PSL, tudo com as bênçãos de Moisés da Silva, a quem agrada e muito as composições entre o seu PSL e o MDB estado afora.

Ainda antes do feriado de Carnaval, a Câmara da Capital aprovou projeto do prefeito chamado “Auxílio Desacolhimento.” A matéria foi aprovada com apenas o voto contrário de Daux. Na prática, ela estabelece o pagamento de um salário mínimo por mês a moradores de rua. Por nove meses.

Daux escalou a tribuna das redes sociais e desceu a borduna na inciativa de Gean Loureiro. Rebatizou o projeto de Bolsa Mendigo, fez algumas contas, etc e tal, cobrando mais investimentos em saúde, educação e mobilidade. O acirramento dos ânimos aponta para o cenário pré-eleitoral e o fim das férias e da inércia carnavalesca neste país.

Reeleição

Das principais cidades da região metropolitana, apenas em Florianópolis o prefeito irá à reeleição. Em São José, Adeliana Dal Pont está completando o segundo mandato. Terá dificuldades de fazer o sucessor. Em Palhoça, o mesmo quadro envolve Camilo Martins, com a diferença de que ele parece ter melhores condições de emplacar o sucessor, assim como Ramon Wollinger, em Biguaçu.

Arte financeira

O que se viu neste Carnaval, com várias escolas de samba criticando o governo federal e uma delas satirizando a figura do presidente Jair Bolsonaro é só mais um reflexo das mudanças na Lei Rouanet. A generosa teta estatal, que tanto engordou artistas, “artistas”, arteiros, malandros, pilantras e vagabundos de todo o tipo por décadas, está secando. E as reações estão em todos os meios artísticos, mesmo aqueles em que arte mesmo não se vê há muito tempo. Como se comprava apoio e simpatia neste país!

Liquida Serra

Em uma ação conjunta histórica na região, as Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) de São Bento, Campo Alegre e Rio Negrinho realizam a primeira edição da Liquida Serra – Feira da Malha e do Comércio. As instituições reforçam que este é o momento das empresas locais mostrarem a sua força e transformarem o evento em uma oportunidade para melhorar o fluxo de caixa, divulgar a marca, conquistar e fidelizar clientes, promover a baixa dos estoques, e, acima de tudo, combater as chamadas feiras do Brás, que há anos se instalam na cidade e não agradam o comércio local.

Facilidade

A aquisição dos estandes está sendo facilitada com o apoio e patrocínio da Sicredi, que oferece opções parceladas e de financiamento. A feira está programada de 18 a 22 de março, na Promosul. Mais informações com as CDLs de cada cidade e pelo site www.liquidaserra.com.br.

Criciúma

Em viagem aos Estados Unidos, a pré-candidata a Prefeitura de Criciúma, Júlia Zanatta, aproveitou para gravar vídeo com o amigo e deputado federal mais votado da história do Brasil, Eduardo Bolsonaro.

A jornalista e advogada, Júlia Zanatta, se filiou ao Partido Liberal e conta com o apoio da família Bolsonaro. “O Eduardo (Bolsonaro) deve vir no primeiro semestre para Criciúma, a gente deve confirmar em breve as datas” afirma Júlia.

Posts relacionados

Governo se complica no impeachment

Redação

Comitê empresarial quer adiar votação de projeto sobre ICMS

Redação