Blog do Prisco
Coluna do dia

Prostituição entre os poderes

Realmente marcante a estadia de Dias Toffoli, ex-presidente do Supremo e ex-advogado do PT, em Santa Catarina. Da pior forma possível. Inimaginável em qualquer democracia saudável deste planeta.

Integrante do seletíssimo grupo de 11 togas supremas, Toffoli foi “homenageado”, sábado, por um grupo de empresários e políticos durante um almoço.

Dentre os líderes, destaque para o presidente da Assembleia Legislativa em final de mandato, Júlio Garcia (PSD). O parlamentar é denunciado no âmbito da Operação Alcatraz. Está na iminência de virar réu. E daí ficam confraternizando com um juiz do Supremo? Que negócio é esse? E se o processo que envolve Júlio Garcia chegar ao STF? Toffoli vai se declarar impedido ou vai, na maior cara-de-pau, votar e influenciar colegas?

Em Minas Gerais outro flagrante conluio com indício de promiscuidade suprema. Carmen Lúcia, outra que integra o grupo da elite da elite do Judiciário deste país, abriu sua casa em Belo Horizonte para receber o prefeito reeleito, Alexandre Kalil (PSD). Lá também estiveram Davi Acolumbre (DEM), atual presidente do Senado, e Rodrigo Pacheco, o candidato dele à própria sucessão marcada para fevereiro.

Arranjo eleitoral

O acordo? Pacheco se comprometeu a não disputar o governo de Minas Gerais para apoiar Kalil, do PSD, partido de Gilberto Kassab que, em contrapartida, vai respaldar o nome de Pacheco para comandar o Senado e, por extensão, o Congresso Nacional.

Sui generis

O que uma ministra do STF tem a ver com isso? É o fim da picada. Seria um gesto de retribuição depois que Alcolumbre mandou arquivar, ilegal e arbitrariamente (sem passar pelo plenário da Casa) 35 pedidos de impeachment contra ministros do STF? Sem falar na CPI da Toga, também mandada às favas, de forma monocrática, por Alcolumbre.

Definitivamente, este país precisa fechar para balanço. Nunca antes na história se viu tanta promiscuidade, à luz do dia, entre os poderes da República.

Turismo em choque

A expectativa da recuperação econômica no início da temporada de verão frustrou o setor da alimentação fora do lar em Santa Catarina. A Abrasel realizou uma pesquisa junto a mais de 100 estabelecimentos do estado e constatou que, para 89,9% deles, o movimento está igual ou pior do que no mesmo período do ano passado – sendo que para 49,1% a redução foi superior a 15%.

Visitante regional

Conforme esperado, devido à pandemia o número de turistas não aumentou e, como nos anos anteriores, predominou a presença de visitantes de São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná. Um destaque foi o maior número de pessoas do interior do estado, já previsto diante da crise e do receio dos visitantes por viagens aéreas.

Quilometragem

O Projeto de Lei 5336/20 determina que o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) deverá informar a quilometragem do veículo no momento da inspeção de segurança veicular realizada pelo Detran. O texto é de autoria do deputado Hélio Costa e acrescenta um parágrafo ao artigo 131 da Lei no 9.503, de 23 de setembro de 1997, para obrigar o registro da quilometragem constante no hodômetro do veículo no Certificado de Licenciamento Anual.

 

 

Posts relacionados

Choque da Civil

Shirlei Demetrio

Reformas na pauta B

Shirlei Demetrio

O cavalo de Doria

Autor