Destaques Notícias

Queda brutal na receita de SC

Conforme o blog apurou, até o dia 29, véspera do fechamento do exercício fiscal de Santa Catarina relativamente ao mês de setembro, a receita cresceu minguados 0,6%. É um sinal de que não deve ultrapassar 1% no período, representando uma queda brutal na arrecadação do erário estadual.

Nestes nove meses de 2015, confirmado o número, será o pior desempenho. No começo do ano, houve um mês que o fisco arrecadou 2%. Patamar que havia batido o recorde desfavorável. O quadro ilustra bem o momento delicadíssimo da economia brasileira, afetando diretamente os caixas estaduais. Na outra ponta, várias unidades da federação têm dívidas indexadas ao dólar, que disparou e pode fechar o ano na casa dos R$ 5,00. Mediante a combinação de queda livre nas receitas e alta da moeda americana, já há quem projete déficit em dobro do que existia até pouco tempo, mesmo com os pagamentos em dia. Não é por acaso que vários Estados estão atrasando e parcelando a folha de pagamento do funcionalismo.
Setor

O preocupante desempenho da arrecadação estadual é um reflexo direto da queda do setor metal-mecânico no Estado. Neste segmento, a arrecadação caiu 3,5%.

Foto: arquivo, divulgação