Blog do Prisco
Coluna do dia

Sandro Palaoro e o futuro na política

Sandro Palaoro, um dos responsáveis diretos pela ascensão fantástica da Chapecoense no futebol brasileiro e continental, estava cotado para ingressar na vida política. Parecia apenas questão de tempo. Filiado ao PV, ele foi sondado e convidado para disputar a prefeitura de Chapecó neste ano. Esta perspectiva mexeu com os líderes do PSB e do PSD, que ficaram preocupados. O nome de Sandro também estava em alta em função da trajetória pessoal, além da gestão praticamente irreparável à frente do Verdão do Oeste. Contava com o respaldo total do presidente estadual do PV, Guaraci Fagundes. Ou seja, ele poderia chegar. Também porque PT, PCdoB e o PMDB apoiariam uma eventual candidatura de Palaoro. Neste caso, César Valduga e Luciane Carminatti não teriam se candidato. Mas o dirigente, que começou a vida como verdureiro e fez fortuna, não cedeu, pois queria se dedicar ao clube do coração. Fagundes chegou a ligar para o senador Alvaro Dias e para o presidente nacional do PV, José Luiz Penna, para que intercedessem junto ao empresário. Mas ele se manteve irredutível. O que ficou em perspectiva, a partir daí, seria uma candidatura de Sandro Palaoro ao Senado em 2018. O trágico acidente de terça de madrugada, contudo, interrompeu esta e tantas outras trajetórias de sucesso!

 

Natalino no PSD

O deputado Natalino Lázare, segundo rezam as informações de bastidores, está de malas prontas para o PSD. Está fechadíssimo com o governador Raimundo Colombo e o presidente da Assembleia, Gelson Merísio. Ele só está aguardando a abertura de nova janela para a trocar de partido sem o risco de perder o mandato, o que deve ocorrer em 2017. Natalino hoje esta filiado ao PR.

 

Pau na Lava Jato

Enquanto o Brasil chorava, estarrecido, a morte de jogadores, dirigentes e jornalistas, ainda na terça-feira, a Câmara desfigurou o pacote anticorrupção e aprovou, no seu contexto, a punição severa a juízes e promotores que “abusarem da autoridade”, na avaliação do Ministério Público Federal. Para o MPF, é um sonho antigo dos políticos, que se sentem  incomodados com a atuação geralmente independente da instituição.

 

Bandidagem

Sujeitos mascarados virando carros, quebrando prédios públicos, atirando coquetéis molotov, enfrentando a Polícia e tocando o terror na população. Isso não é protesto. É banditismo. Pior ainda é chegar a esse ponto com a justificativa de ser contra a PEC dos Gastos, que só está aí porque essa turma ajudou a quebrar o país, fazendo a farra com o dinheiro público.

 

Mudanças

Nos bastidores, já é dada como certa a investidura do deputado Luiz Fernando Vampiro na Secretaria de Infraestrutura. Deve substituir João Carlos Ecker, que não é visto como cota do PMDB no governo estadual.

Posts relacionados

Pesquisa sobre impeachment

Autor

PDT quer Décio Lima

Autor

Mais três nomes

Shirlei Demetrio