Blog do Prisco
Destaques Notícias

Rodovias de SC e Aeroporto da Capital no pacote de privatizações

Santa Catarina foi contemplada com a inclusão de praticamente todas as rodovias federais que cortam o Estado (BR-101; BR-282; BR-470; BR-153; BR-280), ampliação do porto de São Francisco do Sul e obras no aeroporto de Florianópolis. “Estamos muito otimistas, porque são melhorias fundamentais para o desenvolvimento econômico de Santa Catarina e também do Brasil. Passamos a contar com a agilidade que se espera da parceria com o setor privado”, diz o governador. A presidente Dilma Rousseff destacou que a iniciativa é uma forma de renovar o compromisso do Governo com o desenvolvimento do país. “Se grandes são as dificuldades, maiores a energia e a disposição do povo brasileiro e de seu Governo”, disse a presidente Dilma ao classificar o programa como ferramenta importante para o crescimento econômico, a manutenção do emprego e o aumento da produtividade e competitividade da economia brasileira. “Essa carteira de investimentos vai gerar oportunidades em todas as fases da cadeia produtiva, da produção agrícola à indústria, trazendo também mais conforto e qualidade de vida para a população”, completou. Ao detalhar os investimentos previstos para a execução do programa, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, explicou que essa nova etapa de concessões é necessária para a retomada do crescimento e recuperação da competitividade da economia brasileira. “Precisamos criar um ambiente seguro para novos investimentos com a colaboração do setor privado. Além disso, o crescimento da frota, da aviação civil, entre outros setores, criou uma demanda e se há demanda, haverá investimentos.
Elevar o volume de investimentos significa dar sustentabilidade à macroeconomia do Brasil”, justifica.

Do total de investimentos estabelecidos nesta segunda etapa do Programa de Investimento em Logística, R$ 69,2 bilhões devem ser aplicados entre 2015 e 2018 e outros R$ 129,2 bilhões a partir de 2019. Os investimentos estão divididos da seguinte forma:
. Rodovias: R$ 66,1 bilhões;
. Ferrovias: R$ 86, 4 bilhões;
. Portos: R$ 37,4 bilhões;
. Aeroportos: R$ 8,5 bilhões
De acordo com o Governo Federal, a melhoria da infraestrutura da malha rodoviária, além do escoamento da produção agrícola e industrial, vai atender ao crescimento do número de automóveis, caminhões, ônibus e utilitários que trafegam pelas estradas do país. A frota de veículos emplacados cresceu 185% entre 2001 e 2014.
No caso do escoamento de grãos, o crescimento da safra chegou a 139,8% entre 2001 e 2014 e a previsão é de uma produção de 201 milhões de toneladas esse ano.
O aumento do número de passageiros transportados em aeroportos brasileiros também ampliou a necessidade de investimentos e melhoria na qualidade dos serviços neste segmento. Em 14 anos, o número de passageiros em voos domésticos cresceu 154,3%. Já nos portos, a movimentação praticamente dobrou entre 2000 e 2014 – de 484 milhões para 969 milhões de toneladas.

O que está previsto para Santa Catarina

 
Para Santa Catarina, o pacote de concessões prevê obras no porto de São Francisco, no aeroporto de Florianópolis e,
principalmente, em rodovias federais. Só na malha rodoviária, vão ocorrer investimentos da ordem de R$ 6,4 bilhões. Veja quais os trechos contemplados com duplicações, ampliações de capacidade e melhorias na segurança:

Porto de São Francisco do Sul
Na nova etapa de concessões dos portos brasileiros, o Governo Federal está projetando investimentos de R$ 37,4 bilhões. São ações como novos arrendamentos e Renovações Antecipadas de Arrendamentos. Em Santa Catarina, está incluído no programa, o porto de São Francisco do Sul com a construção de um novo terminal de contêineres e carga geral, com previsão de licitação da obra no primeiro semestre de 2016.

Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis

aeroporto h luz privatiza
O aeroporto de Florianópolis também está entre as seis propostas de concessão que somam investimentos de R$ 26 bilhões. Segundo dados apresentados na cerimônia de lançamento do Programa de Investimento em Logística, o aeroporto da Capital é o 14º mais movimentado do país e o 3º da região Sul. Em 2014, a movimentação de passageiros chegou a 3,6 milhões. Os principais investimentos previstos para estrutura são a construção de um novo terminal e de um novo pátio para os passageiros. O investimento será de R$ 1,1 bilhão. De acordo com o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, os primeiros estudos devem ser realizados ainda esse ano, sendo que a licitação da obra está prevista para o primeiro trimestre de 2016.

Texto: Secom

Foto: Júlio Cavalheiro, Secom, divulgação

Posts relacionados

Celesc anuncia mais R$ 95 milhões em investimentos

Autor

Caramori anuncia R$ 40 milhões em obras, se licencia e Buligon assume em Chapecó

Autor

Custo de vida de Florianópolis sobe 0,48%

Autor