Blog do Prisco
Destaques

São José sanciona Lei que reconhece o Cordão de Girassol para auxiliar na identificação de doenças não visíveis

O prefeito de São José, Orvino Coelho de Ávila, sancionou o Projeto de Lei nº 049/2023, aprovado pela Câmara Municipal, que reconhece o cordão de girassol como instrumento auxiliar de orientação para identificação de pessoas portadoras de doenças não visíveis. O cordão de girassol consiste numa faixa estreita de tecido ou material equivalente, na cor verde, estampada com desenhos de girassóis, podendo ter um crachá com informações úteis.

Autor do PL, o presidente do Legislativo, vereador Matson Cé, explicou que existem doenças que não apresentam nenhuma característica física e que mesmo assim podem comprometer o aprendizado, a saúde cognitiva, de linguagem e de sentidos. De igual forma, ressaltou que essas deficiências podem acarretar em adversidades aos seus portadores, como, por exemplo, não conseguir estar em lugares fechados, enfrentar filas, problemas de comunicação com terceiros ou ainda contato visual.

“Temos que criar situações para que as pessoas sejam incluídas e tenham tratamento igualitário. Além do respeito e entendimento às situações adversas, é preciso o Reconhecimento contínuo das dificuldades”, destacou Matson, reforçando o papel exercido pela Câmara de Vereadores em práticas inclusivas. “Toda semana temos pautas em relação às pessoas de todas as esferas, problemas e situações do dia a dia. Esta Casa é inclusiva”, finalizou.

Posts relacionados

Elizeu Mattos volta à cena e é o pré-candidato do MDB em Lages

Redação

Univali é homenageada em Sessão Solene na Câmara de Vereadores de Itajaí

Redação

Jorginho Mello e Adeliana Dal Pont reforçam projeto para eleições em São José

Redação