Blog do Prisco
Destaques

Secretários voltam a Brasília para discutir dívida

Antônio Gavazzoni (Fazenda-D na foto) estará em Brasília nesta quarta-feira, 1 de junho. Pilotará, até pelo fato de a Tese de SC ter aberto essa discussão nacional, reunião preparatória com colegas de outros Estados sobre a polêmica das dívidas com a União. Na sequência, o grupo vai ao Secretário Executivo do Ministério da Fazenda, Tarcísio Godoy.

Devem ouvir do número dois da pasta que o governo federal aceita conceder seis meses de moratória (suspensão) das parcelas mensais. Os Estados não vão aceitar. Consideram muito pouco. Como a proposta dos secretários foi de um ano de suspensão total dos pagamentos, não está descartada a possibilidade de se chegar a um meio termo de nove meses. A União cederia três meses e as unidades federadas, outros três. Há informações indicando que o governo pode oferecer 60% nas parcelas até o fim do ano,  o que evidentemente não seria bem digerido pelos secretários de Fazenda. Outro ponto que eles dizem que não abrem mão: o alongamento dos prazos para a quitação dos débitos.

Se a reunião desta quarta for bem sucedida, é muito provável que o ministro Henrique Meirelles receba os governadores, Raimundo Colombo (E) à frente, na semana que vem. Daí já com a expectativa de bater o martelo.

Foto>Secom, arquivo, divulgação

Posts relacionados

Caso de SC leva plenário do STF a julgar se é crime não recolher ICMS declarado

Autor

Faltam 200 dias para os Jogos Rio 2016

Autor

Scholze: “processo foi eivado de vícios”

Autor