Blog do Prisco
Destaques

Senador procura governador para tratar das altas tarifas de energia em Urussanga

O senador Esperidião Amin participou nesta quarta-feira (29), de uma audiência com o governador do Estado, Carlos Moisés, para tratar da situação das elevadas tarifas de energia elétrica cobradas no município de Urussanga, no Sul do Estado.

Os valores são praticados pela Empresa de Força e Luz de Urussanga Ltda (EFLUL), no âmbito das interações em curso com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e com o Tribunal de Contas da União (TCU).

Atualmente, a tarifa convencional dos consumidores residenciais da EFLUL é de R$ 0,6448Q/KWh. Já a mesma tarifa cobrada pela CELESC é de R$ 0,470/kWh. Por sua vez, a tarifa cobrada pela Cooperativa Energética Cocal (Coopercocal), que tem área de concessão vizinha à EFLUL, é de R$ 0,468/kWh.

Buscando corrigir a situação em que os consumidores da EFLUL pagam uma tarifa maior, Amin apresentou o Projeto de Lei (PL) nº 712, de 2019. O PL busca ampliar a subvenção concedida às cooperativas de eletrificação rural com baixa densidade de carga às pequenas concessionárias de energia elétrica (caso da EFLUL).

Um das ideias apresentadas na audiência foi de realizar uma ação conjunta entre CELESC (governo do Estado), Agência Reguladora e Tribunal de Contas.

– Foi muito positiva a nossa audiência com o governador do Estado e com a direção da CELESC. Creio que com esta audiência nós estamos mais próximos da concretização do sucesso na busca de justiça para a comunidade de Urussanga – disse Amin.

Além do senador Amin e do Governador, participaram da audiência o presidente da CELESC, Cleicio Poleto Martins, Ricardo Miranda de Miranda (CELESC), deputada federal Angela Amin, prefeito de Urussanga, Gustavo Cancellier e vereador Zé Bis.
[21:42, 29/01/2020] Prisco: Governo apresenta estudo para nova estrutura remuneratória das categorias da Segurança Pública

Atendendo ao pleito das categorias, o Governo do Estado, por meio da secretaria da Administração, apresentará um estudo sobre a reestruturação salarial das categorias da Segurança Pública. A reunião será na próxima sexta-feira, 31, conforme cronograma já previsto e acordado com representantes das categorias em dezembro de 2019. O encontro será com representantes dos militares estaduais, policiais civis e profissionais do Instituto Geral de Perícias.

Depois de várias rodadas de reuniões em que as categorias da Segurança Pública apresentaram suas reivindicações, a secretaria da Administração conduziu uma criteriosa análise da viabilidade de atender os pleitos, levando em consideração critérios jurídicos, legais e financeiros do Estado.

Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Administração

Posts relacionados

LUIZ HENRIQUE DA SILVEIRA MORRE, AOS 75 ANOS, EM JOINVILLE

Autor

PMDB indicará Acélio para vice de Búrigo

Autor

Silvio Dreveck critica rodovia não integrada e defende concessões

Redação