Blog do Prisco
Destaques

Servidores da Celesc vão manter serviços nas eleições

Integrantes da INTERCEL e da INTERSINDICAL que representam os servidores da CELESC, em greve desde segunda-feira,compareceram à audiência de mediação na tarde hoje, na sede do Ministério Público do Trabalho, em Florianópolis. Comprometeram-se perante o MPT e à sociedade catarinense a manter o contingente que usualmente permanece trabalhando nos finais de semana, especificamente nos dias 01 e 02 de outubro de 2016, até o final da apuração dos votos das eleições municipais, bem como a prestação dos serviços emergenciais durante a greve.

Em contra partida, após diversos debates, a CELESC, por meio de seu diretor de gestão corporativa, Nelson Santiago, se comprometeu a refazer as contas e apresentar uma nova proposta de reajuste salarial para os trabalhadores na próxima sexta-feira, em nova audiência no MPT, às 14h. A empresa se comprometeu, também, a não utilizar os terceirizados para serviços diversos daqueles para os quais foram contratados.

Os avanços da reunião mediada pela Procuradora Regional do Trabalho Cinara Sales Graeff, não representam o fim da paralisação que segue com as negociações do Acordo Coletivo de Trabalho da catargoria. A principal reivindicação é o reajuste salarial. A INTERSINDICAL pede o INPC do período mais 1,49% (perda salarial anterior), e a INTERCEL, o índice da ICV-DIEESE (acumulado 12 meses), mais 2,61% de aumento real. A CELESC oferecia 4,28% de reajuste salarial, mais abono de R$ 3.000,00 (três mil reais). O novo percentual de reajuste que será apresentado na sexta-feira irá sinalizar os rumos do movimento.

Posts relacionados

A tese de Colombo

Autor

Arrancada poderá ter 200 casas rumo à Espanha

Redação

TRE-SC suspende repasse de cotas de Fundo Partidário ao PSL

Redação