Blog do Prisco
Coluna do dia

Sociedade mobilizada

Sociedade mobilizada

Entidades empresariais de Santa Catarina resolveram se manifestar em função do grave momento que vive o país, no embalo das águas de março. Enquanto a Fecomércio, presidida por Bruno Breithaupt, lançou campanha contra a ressurreição da CPMF, mantendo empunhada a histórica bandeira de combate ao aumento de impostos; a Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (Acif) lançou nota de apoio e confirmação de presença de seus líderes e associados nas manifestações pacíficas marcadas para 13 de março.

Na mesma linha, o Centro Empresarial de Jaraguá do Sul veio a público com um manifesto cívico devido à extrema delicadeza do quadro político e econômico. Aliás, neste ponto há convergência em praticamente todos os meios empresarias, que também apontam para a total falta de rumo do governo federal. A inapetência dos governantes federais contraste com a qualidade e a competência do empresariado catarinense, que, mais uma vez, está sendo chamado à responsabilidade para dar suporte ao funcionamento da sociedade. Na outra ponta, o universo político derrete a cada dia, ensejando excelente oportunidade para reformas amplas e profundas nos sistemas político e econômico do país.

 

 

 

 

 

Butim

Segundo Bruno Breithaupt, presidente a Fecomércio, recriar a CPMF significa retirar da economia, somente em Santa Catarina, R$ 1,3 bilhão.

 

 

 

 

Lição de casa

“O ajuste fiscal proposto pelo governo precisa ser pautado na redução do gasto e na revisão das funções do Estado, não em propostas de cunho arrecadatório”, crava Breithaupt.

 

 

 

 

Escárnio

Para o Cejas de Jaraguá do Sul, as escândalos apresentados diariamente à nação “representam verdadeiros escárnios a todos os cidadãos e resultam a cada dia com mais intensidade na perda absoluta de perspectivas, exige um posicionamento imediato por parte dos segmentos organizados.”

 

 

 

Constrangedor

Reunião do Fórum Parlamentar em Jaraguá do Sul, ontem, em parceria com a Fiesc, para debater as obras de duplicação da BR-280, foi constrangedora. Conversa vem, conversa vai, e lá pelas tantas Esperidião Amin cobrou a apresentação do cronograma dos trabalhos.

 

 

 

 

 

Não é comigo

Representando o DNIT, ali estavam o diretor-geral do órgão no contexto nacional, Valter Silveira, e o superintendente regional, Vissilar Pretto. Nenhum dos dois apresentou qualquer cronograma, muito menos alguma explicação minimente convincente. Ou seja, situação caótica, que ilustra bem o desgoverno federal a que estamos submetidos.

 

 

 

 

 

Sintomático

O vereador Cleiton Fossá, de Chapecó,  assinou ficha de filiação no PMDB  na manhã de ontem. Os últimos detalhes para a transferência – ele era filiado ao PT – foram acertados no dia 26 de fevereiro, quando Fossá esteve reunido com o presidente estadual Mauro Mariani, o senador Dário Berger, o coordenador das Eleições 2016, Valdir Cobalchini e  o deputado Valdir Collato para confirmar seu ingresso à sigla e realizar o ato pré-filiação.

 

 

 

 

 

PMDB fortalecido

De acordo com o presidente Mauro Mariani, a vinda de Fossá fortalece o projeto de candidatura própria do PMDB no município de Chapecó e demonstra o interesse de outras lideranças em buscar uma via alternativa à atual administração. “Existe um sentimento de mudança e estamos motivados quanto à eleição em Chapecó”, destaca Mariani.

Posts relacionados

Lula, 25

Shirlei Demetrio

Angela volta ao páreo em possível acordo PP-PL na Capital

leander

Cartada de Amin

Autor