Blog do Prisco
Destaques

Vergonha nacional!

Deveras importante o julgamento no TSE sobre o pedido dos tucanos para cassar a chapa Dilma-Temer, reeleita em 2014 a bordo da maior fraude eleitoral da história deste país. Embora o placar tenha sido 4 a 3 pela absolvição dos réus, uma ex-presidente afastada por incompetência gerencial e crimes ligados à corrupção, e um presidente claudicante e padrinho de histórias que só podem ser contados com as crianças fora da sala, os quatro dias de sessão foram absolutamente lúdicos.

Os réus livraram a cara. Mas o Tribunal foi sentenciado. Escancarou-se, de forma definitiva, o elo final do sistema podre e cleptomaníaco que comanda o país. Os brasileiros já sabem de cor e salteado como se dão as relações amigáveis e bandidas entre políticos e empresários ladrões. E agora viram como seus advogados atuam, disfarçados de juízes, para salvar-lhes a pele, notadamente nos chamados tribunais superiores. Vergonhoso!

Imunidade

Tanto a Lei Eleitoral como a Constituição e os códigos que normatizam os ritos processuais foram rasgados durante o julgamento, escancarando o tratamento privilegiado que se dá a quem realmente tem poder. O TSE se apequenou e consolidou a fama de corte que só leva à guilhotina prefeitos de pequenas cidades, deputados e governadores dos grotões.

Choro e riso

Perde a sociedade. Perdem as instituições. Comemoram os saqueadores da nação. Engana-se quem pensa que essa decisão do TSE põe panos quentes na crise. Muito ao contrário. Não são poucos os brasileiros que neste momento se perguntam qual o custo-benefício de se manter cortes tão pomposas, caras e dissimuladas quanto o TSE.

Agenda em SC

Depois de receber o deputado Celso Maldaner, o diretor-geral do DNIT, Valter Casemiro Silveira, confirmou visita ao Estado no dia 3 de julho. Em princípio, ele viria no dia 19 deste mês, mas como as autoridades consideram fundamental a presença do ministro dos Transportes, Maurício Quintella, só foi possível casar as agendas para o começo de julho.

Meu buraco, minha vida

A comitiva vai percorrer as rodovias BR 282 – trecho Chapecó-São Miguel do Oeste, passando pela BR-158 e pelo entroncamento com a BR-282. Também estarão na BR-163, no trecho entre São Miguel do Oeste a Dionísio Cerqueira.

Frase

“O que não há nesse país é medo. Se houvesse medo, isso aqui não teria acontecido.” Ministro Herman Benjamin

Morosidade

São dignas de registro as mobilizações de parlamentares em Brasília  para que o governo  federal libere recursos com urgência em função dos estragos das cheias. A realidade, contudo, mostra que os processos são morosos. Assim como também é notório que liberar dinheiro de forma emergencial, sem muito critério, é , em alguns casos, colocar a raposa dentro do galinheiro.

Justiça tributária

Presidente da Comissão de Agricultura da Alesc, o deputado Natalino Lázare está confiante  na contemplação do pleito dos criadores de suínos independentes. Depois que o Rio Grande do Sul aprovou e sancionou uma lei que reduz a alíquota do ICMS de 12% para 6% no Estado vizinho, a competitividade do produto catarinense está absolutamente comprometida.  Com o apoio dos demais parlamentares da comissão, Natalino pressiona por equiparação na alíquota estadual, que é de 12%, via decreto do governador Raimundo Colombo.

Foto> Napoleão Maia, Gilmar Mendes e Tarcísio Vieira de Carvalho Neto. Os três votaram pela absolvição da chapa

Posts relacionados

Vitória sobre Mariani é comemorada por Agostini

Autor

Dário e mais 14 tem R$ 18 mi bloqueados

Autor

Criatividade e respeito à vida para seguir no mercado

leander