Blog do Prisco
Manchete

Vignatti defende a pauta trabalhista, a retomada dos empregos e a valorização dos salários

As condições atuais dos trabalhadores da indústria catarinense, como a perda de direitos e a desvalorização dos salários, foram temas discutidos pelo pré-candidato a deputado federal, Claudio Vignatti, em reunião com representantes da Fetiesc.

O encontro aconteceu na manhã desta quinta-feira (26), quando o presidente estadual do PSB e pré-candidato a deputado federal Claudio Vignatti, participou da reunião da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias do Estado de Santa Catarina, na sede da entidade, em Itapema.

Vignatti avaliou a situação dos movimentos sindicais dentro da situação precária de escalada inflacionária brasileira, que corrói a renda do trabalhador reduzindo seu poder de compra. O presidente estadual do PSB defendeu melhores condições de trabalho e renda, reestabelecimento da democracia, que corre serio risco em caso da continuidade do sistema de extrema direita Bolsonarista, tanto em nível estadual quanto nacional.

Para tanto, disse ele, “temos a necessidade de manutenção da democracia, dos direitos trabalhistas, de melhores salários e do espaço e força dos movimentos sindicais, que sofreram sérios danos, dentro do governo Bolsonaro.

Ele defendeu também a ampliação e a união da frente democrática e a reeleição do ex-presidente Lula em primeiro turno.

A reunião coordenada pelo presidente da FETIESC Idemar Antonio Martini, o vice-presidente da FETIESC Carlos de Cordes (Dé) e o secretário geral Ednaldo Pedro Antônio, contou com a participação do vereador Afrânio Boppré e do presidente estadual do PSB e pré-candidato a deputado federal Claudio Vignatti.