Blog do Prisco
Coluna do dia

Coluna do dia

Colombo vai atender o Sul do Estado

Depois das desastrosas declarações de Eduardo Pinho Moreira, detonando a administração da qual é vice-governador, Raimundo Colombo vai atender ele mesmo os pedidos vindos do Sul do Estado. Ali, o clima é bem desfavorável ao governo. Deteriorou-se depois do assassinato de uma jovem médica na semana retrasada e de ouros três no último final de semana prolongado.

Não haverá mais intermediários. Ontem, o governador recebeu pela manhã os oito deputados sulistas. Nova rodada ficou agendada para o mês que vem. Também na terça-feira, Raimundo Colombo concedeu audiência ao prefeito Márcio Búrigo e lideranças empresariais, políticas e comunitárias de Criciúma. Além de encaminhamentos relacionados a obras estruturantes para a região, também uma ofensiva no combate à criminalidade. O secretário de Segurança Pública, César Grubba, o Comandante da Policia Militar e o delegado chefe da Policia Civil estarão em Criciúma amanhã para deflagrar uma operação que vai durar dois meses.

Evidentemente,  Colombo chamou para si todo  a condução do processo relacionado ao Sul. Tal agilidade deixaria cristalino que as digitais são do próprio governador. Até porque, a leitura no Centro Administrativo indica que a atitude correta do vice seria ter retornado ao Estado no dia seguinte à morte da médica, ainda com tempo de participar da missa de sétimo dia. A verborragia de Eduardo Moreira, que está distante 8 mil quilômetros, não contribuiu em absolutamente nada. Ou melhor, serviu para azedar de vez o clima entre ele o chefe do Executivo estadual.

E Pinho Moreira ainda ficou fragilizado em sua base eleitoral original, na medida em que não participou das providências reclamadas pela região Sul.

 

 

PMDB em silêncio

Até ontem, nenhum líder do PMDB, partido do vice-governador, ninguém havia se manifestado em defesa de Eduardo Moreira. Nem senador, nem deputado (estadual ou federal), nem prefeito, nem secretário, nem mesmo um vereador sequer. Sinal inequívoco de que a postura de Moreira foi complemente fora do tom.

 

Estremecimento

Não resta a menor dúvida que a movimentação de Colombo, chamando para si as demandas do Sul, permite projetar que as relações entre governador e vice jamais serão as mesmas. Hoje, estão à beira do abismo.

 

Espaço

Ex-governador de dois mandatos, o senador Luiz Henrique da Silveira mergulhou num silêncio sepulcral depois da derrapada de Eduardo Moreira. Nos bastidores, segue articulando como nunca e deve assumir, de vez, a interlocução da maior parte do PMDB com o governo. Espaço político nunca sobra. O contexto acaba favorecendo LHS, ainda mais com vistas ao pleito de 2018.

 

Timing

Outro ponto a ser considerado: a definição do novo presidente da Eletrosul, Márcio Zimmermann, filiado ao PMDB, mas afastado de qualquer atividade partidária, ocorreu exatamente no período de afastamento de Eduardo Moreira, que vem a ser o presidente estadual licenciado do PMDB.

 

 

OAB na Justiça

A OAB-SC decidiu que recorrerá à Justiça pela suspensão de prazos processuais em todo o Estado e pela garantia do mínimo essencial de servidores em atividade. Diante de informações sobre o possível aumento da adesão à greve, que segundo o sindicato já chega a 75% dos servidores, a Ordem já solicitou às suas 44 subseções uma atualização da situação de cada fórum para subsidiar o pedido à Justiça.

 

Mediação

O presidente Tullo Cavallazzi Filho já se reuniu com representantes do Sindicato e com o presidente do TJ, Nelson Juliano Schaefer Martins, para discutir os impactos do movimento no Estado.

Posts relacionados

Folha a perigo!

Shirlei Demetrio

Semana decisiva

Autor

Disputa na Alesc

Autor