Blog do Prisco
Manchete

Advogado afirma que prefeito de Ituporanga é inocente e maior interessado em apurar os fatos

Advogado de defesa do prefeito de Ituporanga, Marcos Fey Probst, enviou o texto abaixo com as considerações acerca da CPI do Lixo instaurada na cidade e a notícia veiculada no blog, indicando que o alcaide pode ser afastado pela comissão processante nesta segunda-feira, 11. Veja no https://www.blogdoprisco.com.br/prefeito-de-ituporanga-pode-ser-afastado-e-preso/
“Prezado Prisco,
Tomando ciência da notícia veiculada em seu prestigiado blog (https://www.blogdoprisco.com.br/prefeito-de-ituporanga-pode-ser-afastado-e-preso/), tomo a liberdade de encaminhar, na qualidade de advogado do Sr. Osni Francisco de Fragas (Lorinho), informações fidedignas sobre a situação envolvendo o Prefeito de Ituporanga.
De fato, foi instaurada no dia 25 de fevereiro uma CPI pela Câmara de Vereadores de Ituporanga, para apurar “os indícios de irregularidades nas licitações, contratações e durante a execução contratual das avenças firmadas com a empresa SAY MULLER SERVIÇOS LTDA. e demais empresas do grupo, para prestação do serviço público de coleta e transporte de lixo reciclável e não reciclável.” (Art. 1º do Decreto Legislativo n. 0380/2019).
Como se percebe pelo próprio ato que instaura a CPI, o Prefeito Municipal não é investigado pela CPI, mas, sim, o contrato celebrado pelo Município com a empresa Say Muller Serviços Ltda. Da mesma forma, não é objeto da presente CPI a apuração de fatos relacionados ao patrimônio do Prefeito Municipal, muito menos em relação ao mencionado apartamento em Balneário Camboriú, como consta da nota publicada.
Ademais, a partir das denúncias feitas pelo vereador Leandro May, o Prefeito Municipal determinou a instauração de inúmeras sindicâncias para apurar os fatos denunciados, bem como suspendeu o pagamento dos valores devidos à empresa ainda em janeiro de 2019, até apuração completa dos fatos. O Prefeito Municipal é o maior interessado no esclarecimento da verdade dos fatos apurados.
Por fim, em relação à denúncia do vereador Claudinei Eing, o Beleco, informa-se que na segunda-feira (11/3) será protocolada queixa-crime junto ao Poder Judiciário em face dos atos de calúnia, difamação e injúria praticados pelo referido vereador.
Prisco, em breve a verdade será restabelecida em Ituporanga. No caso concreto, o que se percebe é a disputa pelo poder municipal em completo desrespeito à população, que elegeu o atual Prefeito Municipal através de regular pleito eleitoral.”

Posts relacionados

Definida pauta que parlamentares catarinenses levarão a Bolsonaro

Fabian Oliveira

Moro cancela ida à CCJ da Câmara

Fabian Oliveira

As crises de Bolsonaro!

Autor