Blog do Prisco
Manchete

Ampe alerta para demora na aplicação do crédito emergencial aos pequenos negócios

O presidente da Ampe Metropolitana, Piter Santana, alertou para a demora na aplicação prática do programa emergencial de crédito a juro zero do governo estadual, em benefício das micro e pequenas empresas e MEIs. “Não podemos admitir que as instabilidades e disputas políticas interfiram na vida dos empreendedores afetados pela crise econômica e pela pandemia”, afirmou.

A Ampe consultou cerca de 700 empresários nas últimas semanas e, de acordo com Piter Santana, a percepção generalizada é de que o governo faz muito pouco pelos pequenos negócios. Quarta-feira, o presidente da Ampe e o diretor geral da Escola de Gestão Pública Municipal, Dionei Silva, estiveram com o deputado estadual Milton Hobus, relator da proposta governamental sobre o programa emergencial, que tramita na Assembleia Legislativa. “O parlamentar apoia nossa luta, mas infelizmente a discussão está parada na Comissão de Finanças”, lamentou Piter Santana.

Contudo, o presidente da Ampe explicou que, como se trata de Medida Provisória, o auxílio emergencial já tem validade de lei. “O Badesc deveria ter definido como operar o crédito e os empréstimos já tinham que estar sendo feitos. Se o próprio nome é emergencial, é porque a situação exige agilidade. Mas não é o que estamos vendo”, criticou.

Posts relacionados

Seif propõe que municípios afetados por enchentes possam suspender temporariamente pagamentos ao BNDES

Redação

BRDE firma parceria inédita para impulsionar investimentos na radiodifusão em SC

Redação

BRDE disponibiliza adiamento de dívidas e busca novas linhas de crédito para auxiliar empresas afetadas pela catástrofe climática no RS

Redação