Blog do Prisco
Manchete

Ato na Câmara critica blindagem de governadores na CPI da Covid

Parlamentares protestaram contra a condução da CPI da Covid. Segundo eles, a cúpula da comissão se nega a investigar os episódios de desvios e malversação de recursos federais que deveriam ter sido usados no combate à Covid. Presente no ato realizado na Câmara dos Deputados, o senador Jorginho Mello (PL-SC), vice-líder do Governo, criticou duramente o uso da comissão como palanque político. E alertou que, cada vez mais, os trabalhos se distanciam de identificar corruptos em estados e municípios, cujos atos tiraram muitas vidas:

– É inaceitável esta blindagem de governadores e prefeitos na CPI da Covid. Já fizemos 28 sessões e, até agora, insistem em discutir tratamento inicial e a teoria conspiratória do tal gabinete paralelo. Isso tudo num ambiente de desrespeito e constrangimento aos depoentes que não ajudem na construção da narrativa desejada por eles – que aponta o presidente Bolsonaro como o culpado por tudo – inclusive pelo vírus. Larápios e corruptos? Esses não interessam – disse o senador.

Para Jorginho Mello, o requerimento para prorrogação da CPI não tem ligação com a necessidade de dar mais tempo para que a verdade apareça. O que eles querem, garante, é mais tempo de palanque eleitoral, “já que muitos que hoje estampam as capas de jornais, andavam no maior ostracismo”.

foto>divulgação