Blog do Prisco
Coluna do dia

Baderneiros da pior espécie

Mantida com dinheiro público, o meu, o seu, o nosso, portanto, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) está vivendo dias nebulosos. Uma das piores fases de sua rica história.

Desde quinta-feira, o que se viu no campus foram barreiras, barricadas, palavras de ordem, violência moral e física, impedindo o santo sacro direito dos cidadãos de irem e virem. Uma verdadeira baderna, reprovável e repugnante sob todos os aspectos.

Os baderneiros, ativistas políticos, militantes ideológicos em sua esmagadora maioria, não podem ser chamados de estudantes. São moleques inconsequentes, irresponsáveis e aprendizes de bandidos, pois burlam e ferem as leis obstruindo o acesso de quem quer estudar, de quem quer lecionar, de quem precisa trabalhar.

De quebra, prejudicam pessoas que necessitam dos serviços oferecidos pela UFSC à comunidade, como atendimentos médicos e odontológicos. É inadmissível que estes irresponsáveis, bandidinhos em potencial, tenham bloqueado o acesso ao Hospital Universitário por 30 minutos. A Polícia precisa ser enérgica, ir lá e desbloquear tudo.

DNA

Esses baderneiros não discutem no campo das ideias, não buscam o convencimento. É na imposição, no grito, na palavra de ordem, postura típica de ditadores e da ideologia esquerdista extremada. Os exemplos dos resultados conseguidos estão aí, por todo o planeta. Venezuela, Cuba, Coreia do Norte, países africanos, onde as populações estão sob um jugo terrível, há opressão, desmandos, pobreza e miséria generalizados.

Convite

Deputado Ivan Naatz  participou, nesta semana, da tradicional reunião–almoço  da bancada do MDB na Assembleia Legislativa. Ali esteve a convite do líder emedebista,  deputado Luiz Fernando Vampiro. Naatz ouviu de todos que será muito bem recebido caso aceite a proposta de filiação na sigla. O vice-presidente da Casa, deputado Mauro de Nadal, que costuma receber os colegas em seu gabinete, disse a Ivan que vai deixar a ficha de filiação na gaveta.

Noiva

A gentileza dos emedebistas foi interpretada como motivo de muita alegria por Naatz, que estuda o cenário (ele já esteve mais próximo do PL de Jorginho Mello e recebeu convite do PP e do PRB) e aguarda desfecho de seu pedido judicial de liberação do Partido Verde diante das divergências com a executiva estadual e nacional. O parlamentar pediu prazo para responder, mas disse que se considera lisonjeado com o gesto da bancada.

FRASE

“É preciso debater como vai incluir em um único texto, tributos de estados diferentes, como São Paulo e Sergipe, por exemplo. Precisa ter uma regra de transição, monitorar e fazer aos poucos e é por isso que as reformas têm fase de adaptação. Não tem como desatar essa quantidade de impostos de uma hora para outra.” João Martinelli, presidente da ACIJ. A entidade promoveu, na sexta, seminário regional para debater a Reforma Tributária

Participação

Os cidadãos já podem contribuir para a elaboração do Plano Geral de Atuação (PGA), documento que define as prioridades do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) para os próximos dois anos. Por meio de um formulário online disponível no Portal e nas redes sociais da Instituição, os participantes podem indicar temas institucionais prioritários em cada área de atuação do MPSC. Nesta semana, o chefe do MPSC, Fernando Comin, esteve com o governador Moisés da Silva. E convidou a equipe do Executivo estadual a dar sua contribuição.

Posts relacionados

Colombo nas páginas de Veja

Autor

2017 chegou

Autor

Derrota acachapante

Leander Oliveira