Blog do Prisco
Manchete

Bancada do PL assina documento respaldando nome de Carlos Humberto em BC

Os 11 deputados estaduais do PL assinaram um documento – e já entregaram ao governador Jorginho Mello (presidente estadual do partido) – indicando Carlos Humberto como candidato do partido à Prefeitura de Balneário Camboriú.

Outro documento semelhante, contendo as assinaturas dos seis federais da legenda e do senador Jorge Seif, está quase pronto.

Ou seja, os 18 parlamentares do PL catarinense estão fechadíssimos com o colega Carlos Humberto, que sofre a pior das retaliações, o chamado “fogo amigo”. O chumbo parte do prefeito Fabrício Oliveira, que se filiou ao PL na reta final da campanha de 2022, em mais um lance de oportunismo que marca seu currículo político.

A jogada do alcaide ao filiar Rubens Spernau, ex-prefeito, umbilicalmente ligado a Leonel Pavan, hoje no PSD (o PSDB da vez, a linha auxiliar do PT), no PL é para tentar emplacar o engenheiro na cabeça de chapa.

A vice seria a vereadora Juliana Pavan, filha de Leonel, que, assim como o pai, filiou-se ao PSD.

O ex-senador Pavan seria candidato a prefeito da vizinha Camboriú. Poderia ter como vice o vereador John Lenon, hoje filiado ao Podemos. Fabrício Oliveira articula para trazer o parlamentar ao PL para compor chapa com Leonel Pavan.

Ou seja, Fabrício sempre foi e continua sendo Pavan. Conseguiu enganar bastante gente por um bom tempo, mas a máscara está caindo. As duas chapas que estão sendo construídas em torno da família Pavan em Balneário e Camboriú têm as digitais do prefeito.

A cúpula estadual do PL já percebeu o joguinho de Fabrício Oliveira que está, na verdade, atuando contra o PL.

Essa estratégia do alcaide é para garantir a candidatura de Pavan, com um vice do PL, em Camboriú.

Ele quer levar seu tutor a surfar a onda do 22, que novamente será muito forte no balneário mais badalado da América Latina. A questão é saber se Pavan será realmente candidato em Camboriú. O crescimento do PL nos bastidores pode inclusive levar o ex-senador a desistir sob sério risco de ser derrotado em Camboriú.

foto> Pavan e seu pupilo Fabrício – arquivo, divulgação

 

Posts relacionados

Elizeu Mattos volta à cena e é o pré-candidato do MDB em Lages

Redação

Depois de repercussão, Seif reafirma apoio a Ricardo Guidi em Criciúma

Redação

Júlia Zanatta ajuda o PSD em SC

Redação