Blog do Prisco
Notícias Últimas

Prefeitura de São José amplia vagas de ensino em período integral para o próximo ano letivo

A Prefeitura de São José está dando continuidade à expansão da educação em tempo integral no município. Gradativamente vem ampliando o número de vagas em tempo integral na Educação Infantil e no Ensino Fundamental.

No ano passado, a Secretaria Municipal de Educação elevou o número de escolas oferecendo educação em tempo integral ou jornada ampliada de duas para quatro. Além da Escola Básica Municipal Professor Altino Corsino da Silva Flores e do Centro Educacional Municipal (CEM) São Luiz, que já adotam essa modalidade desde 2012 do 1º ao 5º ano, o CEM José Nitro oferece educação integral para estudantes do 1º ao 5º ano, enquanto o CEM Jardim Solemar estendeu a educação em tempo ampliado do 3º ao 9º ano.

Para o ano de 2024, estão previstos mais avanços. O CEM Jardim Solemar passará a atender em período integral para alunos do 1º ao 5º ano. Além disso, as turmas do 1º ano do CEM Morar Bem e do 1º e do 2º ano do CEM Renascer também terão ampliação para período integral.

Na Educação Infantil, são mais 941 vagas em tempo integral para 2024. Dessas, 331 foram destinadas para crianças rematriculadas e 610 para novas matrículas.

No tempo integral do Ensino Fundamental, as crianças e estudantes permanecem nas unidades educativas desde o período da manhã até a tarde, recebem as refeições e, além do componente curricular regular, participam de projetos especiais, como: xadrez, informática e dança.

O prefeito Orvino Coelho de Ávila destacou a importância do ensino em tempo integral. “A ampliação dessas vagas reflete nosso compromisso com o desenvolvimento dos nossos alunos. Entendemos que a educação em tempo integral amplia o acesso ao conhecimento e proporciona um ambiente ainda mais adequado para as nossas crianças e adolescentes”.

A novidade para o próximo ano é resultado da pactuação ao Programa Escola em Tempo Integral, formalizado entre a Prefeitura de São José e o Ministério da Educação (MEC). Na Educação Infantil, também foram pactuadas algumas vagas integrais. “O programa objetiva melhorar a qualidade da educação pública, priorizando as escolas que atendam estudantes em situação de maior vulnerabilidade socioeconômica”, explicou a secretária de Educação, Rose Bartucheski.

Período integral por convênio e parcerias

Além da rede municipal, o olhar para o período integral também está nas parcerias e convênios. O Programa Bolsa Educação, que desde 2022 credencia instituições privadas para oferta de vagas em creche, passou a oferecer vagas em período integral neste ano. Hoje são 248 matrículas em período integral e 80 parciais.

Nas oito instituições filantrópicas parceiras, praticamente todas as 2 mil vagas aproximadamente em creche e pré-escola são também em período integral.

Com essas novidades, o Município vai dobrar o número de crianças e alunos atendidos em período integral, saltando de cerca de 1500 em 2021 para mais de 3500 em 2024. O cálculo considera os avanços na rede municipal de ensino e nos estabelecimentos credenciados no Programa Bolsa Educação.