Blog do Prisco
Destaques

Bancada recebe secretário para apresentação de radiografia de obras no Oeste

Com a previsão de mais de R$ 200 milhões de recursos estaduais a serem destinados para a revitalização e recuperação de mais de mil quilômetros de malha viária do grande Oeste catarinense, a Bancada do Oeste se reuniu na manhã desta quarta-feira ( 20) na sala da presidência do Parlamento, com o Secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Jerry Comper, e com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT) em Santa Catarina, Vissilar Pretto, para tratar do planejamento das obras.

O encontro contou com a apresentação de um raio-x do Programa Estrada Boa, com o detalhamento da situação, de trecho a trecho, de cada uma das rodovias estaduais que cortam a região. A Secretaria de Infraestrutura pretende atuar em duas frentes: uma, para a execução de contratos de novas obras e implantação de 20 projetos, e a outra, para investimentos em manutenção, com a previsão de cerca de 200 milhões de recursos para nove lotes.

Lançado no começo deste mês pelo governo estadual, o Programa Estrada Boa prevê a aplicação de R$ 2,165 bilhões na pavimentação e revitalização de rodovias estaduais. Desse montante, R$ 1,5 bilhões são para obras estruturantes e R$ 665 milhões para investimentos em revitalização.

A infraestrutura é uma das pautas prioritárias da Bancada do Oeste. Mais de 20 obras foram enumeradas pelos 11 parlamentares que integram o grupo ao Governo do Estado, e apresentadas para o secretário Jerry Comper.

Ordem de prioridades

O coordenador da Bancada do Oeste, deputado Marcos Vieira (PSDB), avaliou a reunião como positiva. “Agora sabemos a ordem de prioridades. O secretário, junto com sua assessoria, nos trouxe um detalhamento a respeito da revitalização, recuperação e implantação de rodovias estaduais no território compreendido entre a BR 116 até a fronteira com a Argentina”, pontuou.

Compromisso

Vieira apontou que houve um compromisso do secretário Jerry Comper com o início das obras da SC-160, ligando Pinhalzinho até Bom Jesus do Oeste, e da SC-305, trecho entre São Lourenço do Oeste até Campo Erê. “Ficou para a semana que vem pequenas definições com a empresa que ganhou a licitação. Mas sabemos o tipo de piso previsto no projeto, que será de concreto armado”, afirmou.

Em campo

Além das rodovias SC-160 e 305, outras estradas foram citadas na reunião, como a 283, 350,  355, e 155, entre outras. “São dezenas de rodovias estaduais que estão com problemas. Ficamos satisfeitos com a apresentação e agora nós vamos cobrar do Governo a imediata execução destas obras”, destacou.

Sobre a SC-283, alguns trechos ainda precisam ter seus projetos finalizados, como entre Seara e Arabutã. “Também cobramos a Ordem de Serviço para o início das obras entre Mondaí e Itapiranga”, ressaltou Marcos Vieira.

As rodovias SC-350 no trecho entre Caçador, e SC-153 serão reconstruídas em concreto e com aumento de capacidade.

Péssimas ou ruins

Informações da própria Secretaria da Infraestrutura apontam que 70% da malha viária do Estado se encontra em situação péssima ou ruim.

O secretário Jerry Comper foi taxativo ao comentar que o foco era justamente explanar a respeito da realidade das estradas que cortam a região Oeste. “ Hoje estamos aqui para trazer esclarecimentos para os deputados,  apresentando  informações a respeito do que vamos fazer, da situação pontual de cada uma das estradas que cortam o nosso Grande Oeste, trecho a trecho”, disse.

Outra novidade informada pelo secretário é sobre a fiscalização da Polícia Rodoviária Estadual. “Em cada posto da PRE vamos instalar uma balança para fiscalizar o excesso de peso, pois em várias rodovias temos denúncias de que o transporte de cargas excede o permitido, o que danifica o pavimento”, explicou.

As obras

OBRAS SC-283 (Chapecó a Concórdia) – Obra dividida em quatro lotes.

– Chapecó-Arvoredo está em ritmo avançado, com 50% de terraplenagem e 45% da drenagem prontas.

– Para Arvoredo-Seara, com extensão de 27,5 quilômetros, o contrato com a empresa já está firmado, com prazo de execução de 24 meses. Ordem de Serviço será dada nos próximos dias.

– Entre Seara e Arabutã, a licitação está em análise, e de Arabutã a Concórdia está em execução.

– SC-283 (Chapecó a São Carlos) – Restauração com aumento da capacidade.

– SC-484 (Guatambu a Caxambu do Sul) – Está em processo de finalização, faltando sinalizações e serviços de drenagem

– SC-156 (São Domingos até a divisa com o Paraná) – Começou no final do ano passado. A terraplenagem está sendo executada em todo o trecho de 32 quilômetros.

– SC-350 (Passos Maia a Abelardo Luz) – Obra dividida em dois lotes, dos quais o de Passos Maia está quase finalizada a terraplenagem.

– SC-305 (São Lourenço do Oeste a Campo Erê) – Restauração e ampliação. Obras ainda não iniciaram, equipe técnica está analisando o projeto de pavimentação com concreto.

– SC-160 (entroncamento com a BR-282 de Pinhalzinho a Campo Erê) – Restauração e ampliação.  Obras ainda não iniciaram, equipe técnica está analisando o projeto de pavimentação com concreto.

– SC-492 (São Miguel da Boa Vista a Romelândia) – Implantação e pavimentação. Extensão de 8,7 quilômetros.

– SC-452 (Arroio Trinta a Macieira) – Está licitada, com tratativas para dar a ordem de serviço e iniciar os trabalhos

– SC-355 (Catanduvas a Jaborá) – Restauração com aumento da capacidade está sendo reavaliada

Também participaram da reunião, o presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal (MDB),  Zé Caramori ( PSD), Luciane Carminatti (PT), Neodi Saretta (PT) e Fabiano da Luz (PT) e os superintendentes da Secretaria de Estado da Infraestrutura, Elias Souza e Luiz Pantoja.

Posts relacionados

Deputado lança plataforma que acompanha em tempo real o andamento das obras em SC

Redação

MDB e Podemos juntos na Capital do Calçado

Redação

Jorginho e a atuação do secretário da Infraestrutura: “Grande trabalho”

Redação