Blog do Prisco
Destaques

BRDE acompanha anúncio de meio bilhão para linha de crédito no setor do Turismo

Evento do Ministério do Turismo reuniu representantes de instituições financeiras do Brasil. O BRDE é um dos maiores repassadores de recursos do fundo entre as entidades credenciadas

Uma boa notícia marcou a manhã desta segunda-feira (20), após o Ministério do Turismo anunciar que serão destinados R$ 500 milhões via o Fundo Geral de Turismo (Fungetur). A expectativa é que o recurso ajude empreendedores do setor já com foco na alta temporada que se aproxima. Ao todo, 18 instituições financeiras, espalhadas nas cinco regiões do país, entre elas o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), irão receber os recursos e possibilitar que empresas do setor de turismo registradas no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur) acessem recursos para realização de reforma e modernização; aquisição de equipamentos ou ainda para de capital de giro.

O presidente do BRDE, João Paulo Kleinübing, acompanhou a cerimônia nesta manhã, em Brasília. O recurso anunciado deve ajudar no fortalecimento dos empreendimentos turísticos no Sul do Brasil. “O BRDE tem um protagonismo já reconhecido no apoio ao turismo e na presença junto aos recursos via Fungetur. Somos um dos maiores repassadores de recursos do fundo entre as entidades financeiras credenciadas. O valor anunciado permite que os empreendedores dos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul ganhem ainda mais condições de colocar em prática seus projetos com apoio do banco”, destaca Kleinübing.

A liberação dos recursos para os operadores de crédito parceiros do Fungetur irá beneficiar diretamente os micros e pequenos empresários, como destacou o ministro Celso Sabino. “Esse recurso vai chegar de forma fácil, de forma barata, a um custo baixo e com condições de carência e prazo de parcelamento, a fim de que bares, hotéis, restaurantes tenham acesso a esse crédito e que eles possam nos ajudar a melhorar ainda mais a visitação e a oferta de produtos, de pacotes para o nosso turismo”, ressaltou.

Operado a partir de verbas disponibilizadas pelo MTur, o Fundo Geral de Turismo permite acessar crédito de até R$ 15 milhões, com taxas de até 5% mais INPC e até 5 anos de carência. A lista de beneficiários do Fundo inclui todos os prestadores de serviços, como meios de hospedagem, agências de turismo, transportadoras turísticas, organizadoras de eventos, parques temáticos, acampamentos turísticos, restaurantes, cafeterias, bares e similares.

Para facilitar o crédito, o Ministério do Turismo publicou este ano, uma portaria ampliando o limite individual das suas linhas de financiamento para até R$ 15 milhões, do valor de operações para a compra de bens e capital de giro, e do prazo de carência à aquisição de bens de capital, que passou de 12 para 30 meses.

O BRDE neste primeiro semestre de 2023 já operou mais de R$ 90 milhões em recursos via Fungetur nos três estados do Sul – Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

Fungetur – É um fundo especial de financiamento vinculado ao Ministério do Turismo que tem por finalidade o fomento e a provisão de recursos para o financiamento de empreendimentos turísticos considerados de interesse ao desenvolvimento do turismo nacional, bem como o suporte financeiro no desenvolvimento de políticas públicas de fomento à atividade turística. O Fungetur estrutura-se em política de financiamento cujas operações são realizadas por intermédio de agentes financeiros credenciados, mediante celebração de contrato administrativo com este Ministério do Turismo para ofertarem nossas linhas de crédito para os empresários do setor turístico nacional. As linhas do fundo abrangem os financiamentos privados em capital fixo, as obras civis para implantação, ampliação, modernização e reforma de empreendimentos turísticos, bens e capital de giro.

Turismo – Os últimos dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) reforçam o bom desempenho do turismo nacional ao longo de 2023. Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), o índice de atividades turísticas soma alta de 7,9% de janeiro a setembro frente ao mesmo período de 2022, com destaque para o transporte de passageiros (+1,8%). Em 2023, até setembro, mais de 4,4 milhões de turista internacionais desembarcaram no país de acordo com um levantamento conjunto realizado pelo Ministério do Turismo, a Embratur e a Polícia Federal. O resultado representa um crescimento de 79% na comparação com o número alcançado durante todo o ano de 2022.

Fotos: Roberto Castro/Mtur

Posts relacionados

Governador em exercício libera R$ 5 milhões para a reforma do Complexo Esportivo do Sesi

Redação

Deputado Naatz trata da devolução de recursos federais em Brasília

Redação

Representantes do BRDE apresentam experiências em fórum sobre Parcerias Público-Privadas e Desestatizações

Redação