Blog do Prisco
Manchete

Comitiva pressiona deputados pela manutenção de incentivos fiscais

Integrantes do Comitê de Defesa da Produtividade da Economia Catarinense estão desde cedo, nesta terça-feira, percorrendo os gabinetes da Assembleia Legislativa. Garimpam apoio dos parlamentares em prol de melhores benefícios fiscais no estado, fundamentais para manter Santa Catarina competitiva no cenário nacional.
Ocorre que o Governo do Estado encaminhou para a Alesc Projeto de Lei, que deverá ser votado até o dia 14 de julho, e que se for aprovado da forma como foi originalmente concebido pelo Executivo, acarretará, segundo o comitê, enormes prejuízos ao povo catarinense. A política fiscal-econômica de Santa Catarina foi modificada de forma integral em 2018, por meio dos Decretos 1866/2018 e 1867/2018, prejudicando diversos setores, como agronegócio, transportadoras, setor portuário, setor atacadista, entre outros.
O comitê solicita uma análise apurada com relação aos incentivos fiscais, que hoje não estão de acordo com a política tributária praticada pelo estado até agosto de 2017, excluindo incentivos fiscais que afetam diversos setores. Uma das pessoas que está capitaneando esses trabalhos e também faz parte do comitê é o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, cidade que deve voltar a ser a maior economia do Estado em breve.

Posts relacionados

PSB-SC sob nova direção

Redação

Ruptura, a marca de Moisés da Silva

Redação

Atendendo aos parlamentares catarinenses, governador autoriza Centro de Inovação Tecnológica

Redação