Blog do Prisco
Manchete

Desfecho do hospital de campanha leva vice a tripudiar na rede social

Este texto foi publicada no Instagram da vice-governadora, Daniela Reinehr, logo depois que o governador Moisés da Silva anunciou o cancelamento da dispensa de licitação para a empresa que iria instalar um hospital de campanha em Itajaí. No começo da semana, Daniela havia feito uma postagem detonando o “projeto”, o que gerou enorme contrariedade no governador. Ela tentou amenizar depois e agora voltou à carga.

“Quando se tem indícios suficientes de que algo começa errado, a probalidade de um final desastroso é grande o bastante para ligar o sinal de alerta e recuar. Ainda mais numa guerra declarada contra um vírus desconhecido, onde se deve direcionar os esforços para a solução, para a cura. E não dissipar esses esforços com incertezas, pois tempo é vida.
O Governador Carlos Moisés anunciou nesta tarde o cancelamento do contrato de instalação do Hospital de Campanha em Itajaí, que hoje novamente teve uma paralisação judicial. Em Nota à Imprensa recente, prevendo esta ocorrência e solicitando veementemente a transparência e a lisura, a Vice-Governadora do Estado Santa Catarina que já havia solicitado o cancelamento do contrato, via ofício ao governador do estado, defendeu os catarinenses.
A emergência, as leis e normas previstas para licitação neste momento de crise, não podem levar a ações de forma equivocada, que o levará obviamente a contestações dos participantes, lides judiciais que travam a execução do projeto e resulta na inexistência da tutela pretendida que é a prestação efetiva do serviço. É essencial que em cada passo a ser dado neste momento de crise, em que a saúde dos catarinenses é prioridade, que os agentes administrativos se municiem de procedimentos que garantam a lisura de todo o processo de aquisição, e, nos processos futuros, bem como que se avalie todas as opções disponíveis, e é preciso que o Governo de Santa Catarina adote procedimentos elucidativos, que permitam a imprensa em geral e a todos os catarinenses, terem conhecimento de como os recursos estão sendo alocados.

Vale lembrar que nos trouxeram até aqui, com esta proposta e não podemos fugir dela. Temos que dar o exemplo.”

Posts relacionados

Propostas para emenda coletiva de bancada serão apresentadas nesta segunda

Redação

Partidos na lona

Redação

Ponticelli e o novo patamar da Fecam

Redação