Blog do Prisco
Destaques

Dr. Vicente comemora ação para ampliar representação consular da Itália em SC

A ampliação dos serviços consulares italianos em Santa Catarina está muito próxima de se concretizar. É o que avalia o deputado estadual Dr. Vicente Caropreso (PSDB) ao destacar o encaminhamento feito pelo cônsul geral da Itália em Curitiba, Salvatore di Venezia.

O cônsul anunciou publicamente esta semana que a criação de um “Sportello Consular“ em Florianópolis, estrutura vinculada ao Consulado Geral da Itália em Curitiba , já está sendo tratada com Ministério das Relações Exteriores e Cooperação Internacional da Itália, a “Farnesina”. “Nos parece realizável dentro de pouco tempo”, afirmou, reconhecendo a demanda apresentada por parlamentares catarinenses.

Em 2018, em ato realizado em Brasília, o deputado Dr. Vicente entregou ao embaixador da Itália, Antônio Bernardini, a CARTA DE SANTA CATARINA, documento subscrito por todos os deputados estaduais e com apoio oficial do governo catarinense requerendo ao governo italiano a ampliação dos serviços consulares no estado.

“Somos o segundo estado brasileiro com maior número de descendentes de italianos. É justo e necessário que tenhamos esse instrumento para melhorar o atendimento aos descendentes ítalo-catarinenses. Reivindicamos isso há um bom tempo, reforçando o pedido também feito pelo comitê dos italianos no exterior, órgão de representação dos cidadãos italianos residentes no Paraná e Santa Catarina”, explicou.

Um ‘sportello’ é uma estrutura intermediária entre um Consulado Honorário, que já existe na capital, e uma agência consular de carreira. Com a oficialização, o ministério italiano designaria pessoal específico para trabalhar no local, ampliando os serviços oferecidos e com estrutura física maior para atendimento ao público.

“Torcemos e trabalhamos para que a comunidade italiana em Santa Catarina disponha dessa estrutura para dar agilidade a várias demandas, como o reconhecimento de cidadania. Hoje é preciso ir ao Consulado de Curitiba, cuja capacidade de trabalho está exaurida”, disse o deputado.