Blog do Prisco
Destaques

Eduardo Mãos de Tesoura

Pelos corredores do Centro Administrativo e dos Poderes em Santa Catarina, o governador em exercício, Eduardo Pinho Moreira, já está sendo chamado de “Mãos de Tesoura”, uma alusão ao filme de 1990 estrelado por Johnny Depp e batizado de “Eduardo Mãos de Tesoura.”

Só que a tesoura no caso do político catarinense é no campo financeiro, diferentemente do drama hollywoodiano, no qual o personagem literalmente tinha lâminas afiadas nas mãos.

Na quinta-feira, o emedebista editou o decreto extinguindo 182 cargos, sendo 105 cargos comissionados e 30 funções gratificadas (concedidas a servidores efetivos) nas 15 ADRs extintas, além de 47 cargos comissionados. Estima-se que a tesourada vá render uma economia de cerca de R$ 15 milhões com as desativações, até o fim do ano.

Neste embalo, no mesmo dia, o governador empossou cinco novos secretários, dando a cara final à sua equipe. Pediu cuidado extremo com as finanças e assegurou, ante novos rumores dando conta de que vai faltar dinheiro, que a folha dos servidores será paga rigorosamente em dia até dezembro de 2018.

Cacife

Focado na Segurança e na Saúde, fazendo cortes para enxugar a máquina e honrar compromissos, Eduardo Moreira completou um mês como governador de fato. Está indo muito bem, é preciso reconhecer. E vai se credenciando como nome do MDB para tentar a reeleição. Assumirá a caneta em definitivo após a renúncia de Raimundo Colombo, em 6 ou 7 de abril.

 

 

Posts relacionados

Colombo e comitiva vão ao STF na terça

Autor

Assassinado delegado que abriu inquérito para investigar morte de Teori

Autor

Amin detona PSD e Ponticelli apoia Dreveck

Autor