Blog do Prisco
Coluna do dia

Embocadura estadual

O emedebista Volnei Morastoni, prefeito de Itajaí, será o próximo presidente da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam), dentro do sistema de rodízio e revezamento entre os principais partidos no comando da entidade estadual.

Morastoni já foi prefeito de Itajaí (2005-2008), deputado estadual de quatro mandatos, presidente da Alesc e governador interino durante o segundo governo de Luiz Henrique da Silveira. Sem dúvida nenhuma, o emedebista – egresso do PT – vai transformar sua gestão à frente da Fecam em momento de profunda renovação nas estruturas, métodos e provavelmente nas pessoas que fazem o dia-a-dia da Federação.

 Será salutar para a Fecam. Também não dá pra desconsiderar que os possíveis reflexos positivos desta pretensa guinada na entidade municipalista podem ser muito bons para o MDB Barriga-Verde. Hoje, o partido tem três grandes lideranças: Mauro Mariani, Eduardo Moreira e Dário Berger. Udo Döhler talvez nem surja para o plano estadual.

Futuro partidário

Casildo Maldaner e Paulo Afonso Vieira já estão de saída da vida política. Só que lá em 2022, a renovação vai chegar a todos os partidos, inclusive ao MDB. Aí é que surge Moratostni, com potencial para se transformar em liderança estadual.

Ele administra o segundo PIB do Estado. Itajaí está nos calcanhares de Joinville. É bom anotar este nome!

InovAmfri

Depois de apresentação, detalhando os projetos de mobilidade e gestão desenvolvidos pelo InovAmfri, o superintendente do BRDE, Nelson Ronnie dos Santos, elogiou a iniciativa pelo caráter pioneiro. Para alegria do presidente do Conselho Consultivo, Paulo Bornhausen, que fez a apresentação. O representante do BRDE sinalizou com a possibilidade de parcerias no futuro breve.

Pré-Carnaval

A turma do MST, um dos grupos que abriu as tais manifestações de MST e do PT em Porto Alegre, tinha, na manhã de ontem, João Pedro Stedile, Gleisi Hoffmann, Olívio Dutra, Paulo Pimenta e outros velhos foliões na comissão de frente. Impressionante. Tem tempo esse povo, hein? Em tempo:  a movimentação reuniu meia dúzia de gatos pingados na manhã de segunda. Mas foi o suficiente para atrapalhar e muito a vida de quem trabalha e produz.

Indústria

O industrial catarinense mantém-se otimista em relação à economia de acordo com a pesquisa Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), divulgada pela Federação das Indústrias de Santa Catarina, Fiesc.  O índice varia no intervalo de 0 a 100. Acima de 50 pontos indica confiança e abaixo, falta de confiança na economia. Em janeiro, ele alcançou 61,1 pontos, o maior valor registrado desde agosto de 2010.

Via judicial

Depois de protocolarem uma ação e terem seus argumentos reconhecidos pela justiça, sindicalistas do Intersul (Intersindical dos Eletricitários do Sul do Brasil) e do Sinergia (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Energia Elétrica de Florianópolis) realizaram uma mobilização e conseguiram suspender a mais recente  Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da Eletrosul. A queda-de-braço é grande.

Privatização

Os sindicalistas, em argumentos acolhidos pela Justiça, apontam que a convocação não ofereceu condições razoáveis para o embasamento da decisão pelos acionistas. Além disso, foi omitida a documentação básica necessária, segundo os sindicatos, para que eles pudessem subsidiar seus votos na reunião. A AGE traz alteração estatutária na Eletrosul para que torne viável sua privatização. Sem entrar no mérito da iniciativa, é preciso que tudo seja feito de forma clara, responsável e transparente.

Posts relacionados

Futuro do MDB

Autor

Economia e caneta

Autor

Impeachment irreversível

Autor