Blog do Prisco
Notícias Últimas

Entrevista coletiva com José Mariano Beltrame

O Delegado federal José Marino Beltrame, secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, concederá entrevista coletiva à imprensa na quarta-feira (2), às 16h30min, na Secretaria de Estado de Comunicação, no Centro Administrativo de Santa Catarina. O secretário de Estado da Segurança Pública de Santa Catarina, César Augusto Grubba, e o presidente da Associação dos Delegados de Polícia de Santa Catarina (Adepol-SC), Ulisses Gabriel, acompanharão a entrevista. José Mariano Beltrame chegará em Florianópolis amanhã (1). Ele participará do 43 Encontro Anual de Delegados de Polícia, de 4 a 6 de dezembro, no Costão do Santinho, no Norte da Ilha.

O secretário de Segurança Pública do estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, durante reunião com o ministro José Eduardo Cardozo (Elza Fiuza/ Agência Brasil)
O secretário de Segurança Pública do estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, durante reunião com o ministro José Eduardo Cardozo (Elza Fiuza/ Agência Brasil)

PERFIL – Formado em Direito pela Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, em
Administração de Empresas e Administração Pública pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Especializou-se em Inteligência Estratégica na Universidade Salgado de Oliveira e na Escola Superior de Guerra.

Fez curso de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública e de Análise de Dados de Inteligência Policial, Sistema Guardião. Ingressou no Departamento de Polícia Federal no ano de 1981 como agente, principalmente, na área de repressão a entorpecentes. Exerceu funções no setor de inteligência, combatendo o crime organizado em vários Estados brasileiros.

Ministrou aulas e palestras no Curso de Pós-graduação em Inteligência e Segurança Pública da Universidade Federal do Mato Grosso. Na Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, como delegado de Polícia Federal, foi coordenador da Missão Suporte, chefe do Serviço de Inteligência e da Interpol.

Projetos – Foi um dos idealizadores do projeto Unidade de Polícia Pacificadora, as UPPs, aplicadas no estado do Rio de Janeiro e com possível expansão para o estado de Pernambuco e outros. Em novembro de 2010 foi um dos principais articuladores da operação de tomadas das favelas da Vila Cruzeiro e na sequência, da invasão do Complexo do Alemão no Rio de Janeiro. Nesta operação foi realizada a apreensão de mais de 42 toneladas de maconha, 330 kg de cocaína, crack, armamentos pesados, grande quantidade de munições, carros e motos, além da desarticulação no tráfico de drogas com a prisão de diversos chefes do narcotráfico.
Foto: divulgação

Posts relacionados

Marcelo Câmara pode ser o primeiro beato nascido em Florianópolis

Autor

PMDB vai ter cabeça de chapa na maioria dos municípios, afirma Cobalchini

Autor

Hélio Costa destina mais de R$ 2 milhões ao Alto Vale

Redação