Blog do Prisco
Coluna do dia

Escolha tem que ter critério

Aumentam as projeções indicando que o governador eleito de Santa Catarina, Carlos Moisés, poderá não anunciar seu secretariado antes da posse, marcada para 1º de janeiro de 2019. Faltam 41 dias, mas bem menos dias úteis, considerando-se, ainda, as festas de fim de ano. É uma corrida contra o tempo.

A interlocutores privilegiados, o eleito segue reafirmando o desejo de compor um colegiado técnico, com funcionários de carreira. Até aí, tudo certo. Mas há um problema. Já tem muito espertalhão que está no governo atual por indicação política, raposas de décadas de estrada, apresentando-se como técnicos para continuarem bem alojados na máquina estadual.

É de bom alvitre o governador prestar muita atenção a esta questão e demonstrar a capacidade de separar o militante partidário do MDB e outros partidos do verdadeiro servidor de carreira. Se não separar o joio do trigo, Carlos Moisés corre o risco de entregar áreas estratégicas de sua gestão a gente que lá se encontra há 16 anos!

Este longo período de continuidade governista foi justamente um dos pontos mais atacados pelo então candidato durante a campanha.

 

Ponte

A Prefeitura de Blumenau obteve decisão favorável junto à Justiça Federal para o prosseguimento do processo licitatório para contratação das obras da Ponte do Corredor Norte-Sul, sobre o rio Itajaí-Açu. Na ocasião, despacho da juíza Rosimar Terezinha Kolm, da 1ª Vara Federal de Blumenau, apontou que “não mais persistem as razões para a suspensão do processo licitatório” e declarou o “afastamento das medidas impeditivas da licitação”, entre elas a necessidade de concessão de licenciamento ambiental pelo órgão estadual responsável.

 

Cacife

A vitória jurídica no caso da Ponte Norte-Sul também pode se transformar em vitória política do prefeito Mário Hildebrandt. Ele assumiu o cargo em abril com a renúncia de Napoleão Bernardes. Embora a política estadual e a nacional tenham virado de pernas pro ar em outubro, o atual alcaide é candidato natural à reeleição. Vale lembrar que o deputado estadual mais votado em outubro, Ricardo Alba, é vereador em Blumenau.

 

Workshop

A Fiesc promove, no próximo dia 22, um encontro para discutir possibilidades de crédito para micro e pequenas empresas. O “Workshop Desafios e Oportunidades” é uma iniciativa da Câmara de Desenvolvimento da Micro e Pequena Indústria da Fiesc, do Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Embarcados e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae.

 

Justa homenagem

Os deputados estaduais entregaram, ontem à noite, a Comenda do Legislativo a personalidades que fazem a diferença em Santa Catarina. É a maior honraria do Parlamento Estadual. Foram 40 homenageados. Destaque para a indicação do Banco da Família, de Lages, presidido pela empresária Isabel Baggio.

 

No topo

A instituição foi classificada como a melhor operadora de microfinanças da América Latina e a maior geradora de impacto social no Brasil segundo a MicroRate,  agência especializada em avaliação de organizações financeiras. A indicação partiu do deputado Fernando Coruja, ex-prefeito de Lages.

 

FRASE

“Serão dias duros, surgirão muitas dificuldades para aprovar as mudanças na sociedade e no Parlamento, mas essa é a nossa sina, levantar-se a cada pedra, bater a poeira, limpar o suor da testa e recomeçar.” Deputado Leonel Pavan, ao desejar boa sorte ao futuro presidente, Jair Bolsonaro, que terá muito trabalho para colocar o país nos trilhos.

Posts relacionados

Eduardo assume

Autor

PSDB com Bauer

Autor

Começou o rearranjo

Autor