Blog do Prisco
Manchete

Fiesc fortalece atuação no Oeste catarinense

A estrutura e os atendimentos realizados pelo SESI e SENAI, entidades da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), foram apresentados em reunião da Vice-Presidência Regional Oeste nesta semana, em Chapecó, com participação dos sindicatos patronais da indústria (Simovale, Sindiplasc, Sicomai, Sinduscon, Sindialimentos, Simmex, Sicec e Simec). Também foram projetados novos investimentos e avaliadas as necessidades e as demandas futuras para a atuação das entidades que compõem a FIESC no Oeste catarinense. Participaram do encontro o diretor de operações SESI/SENAI-SC, João Roberto Lorenzett e o vice-presidente regional oeste, Waldemar Schmitz.

A regional Oeste abrange 57 municípios próximos a Chapecó, Pinhalzinho, Xanxerê e São Lourenço do Oeste, que compreende 618.954 habitantes, 5.257 indústrias e 66.992 trabalhadores. O Produto Interno Bruto (PIB) total é de quase R$ 21 bilhões e o PIB per capita de R$ 34.315,68. As entidades da FIESC possuem 14 estruturas fixas, 40 laboratórios educacionais SENAI, oito unidades móveis, três laboratórios de prestação de serviços, duas academias, um Instituto de Tecnologia, nove cozinhas industriais e cinco farmácias em Chapecó, Xanxerê, Xaxim, Abelardo Luz, Pinhalzinho, Maravilha e São Lourenço do Oeste.

Em 2018, foram atendidos 498,6 mil trabalhadores da indústria em todo o Estado. Na região Oeste, foram 42 mil atendimentos. O total de indústrias beneficiadas no ano passado foi de 14,1 mil em 276 municípios de Santa Catarina e 1.250 em 52 cidades no Oeste. Em tecnologia e inovação, com atuação em melhoria de processos e produtos, consultorias, pesquisa aplicada e uma rede de laboratórios de metrologia acreditados, foram destinadas 471,9 mil horas em serviços no ano passado em todo o território catarinense e 67 mil horas na região. O gerente executivo regional do SESI/SENAI, Almeri Dedonatto, informou que foram feitos 272 mil ensaios metrológicos, sendo 81 mil (30% do total) na região Oeste. Na rede de farmácias são 517 mil atendimentos por mês no Estado e 20 mil no Oeste; nas cozinhas industriais são disponibilizadas 91 mil refeições por dia, 9 mil delas no Oeste.

Na regional Oeste, até agosto deste ano, foram feitas no SESI 1.386 matrículas da Educação de Jovens e Adultos (EJA), 702 para cursos oferecidos no contraturno escolar, mais de 40 mil atendimentos em saúde e segurança do trabalho e mais de 263 mil atendimentos de atividade física e nutrição. O SENAI teve 1.743 matrículas nos cursos de aprendizagem industrial, 1.056 em habilitação técnica, 467 em graduação e pós-graduação e 4.310 nos cursos de iniciação, qualificação e aperfeiçoamento. No EJA são 125 concluintes até agosto.

Dedonatto ressaltou que em 2018 foram feitas 203 matrículas na educação no contraturno e, neste ano, já são 702, um crescimento de 245%. O ensino médio do SESI/SENAI tem seis turmas em andamento neste ano; na educação corporativa foram fechadas 15 turmas e na faculdade são ofertados 11 cursos de pós-graduação. Para o segundo semestre foram disponibilizados dois novos cursos: MBA SMART em Lean Manufacturing que está com inscrições abertas e MBA em Inovação e Gestão na Indústria Láctea que teve início em agosto. Também foi aprovado pelo Ministério da Educação (MEC) um novo curso de graduação EaD: Sistemas para Internet e Gestão da Produção Industrial.

O vice-presidente regional, Waldemar Schmitz, destacou que a FIESC está alinhada com os desafios do Oeste, conhece a região e sabe da importância de investimentos para fortalecer a indústria e melhorar sua competitividade tanto no cenário nacional como internacional. “É importante que os empresários e sindicatos participem dos encontros e tragam as necessidades. Temos uma grande estrutura à disposição, como o SESI, SENAI, IEL, Observatório da Indústria, câmaras setoriais e toda uma equipe preparada para fornecer informações estratégicas e contribuir para a tomada de decisões”.

Posts relacionados

Freitas e o apoio do PSL na Câmara a Sérgio Moro

Redação

Secretários de Defesa Civil e Saúde são convocados responder questionamentos dos deputados

Redação

Chefe do MPSC entrega nomes para Moisés escolher o próximo Procurador-Geral

Redação