Blog do Prisco
Image default
Destaques

Filho joga Bolsonaro no colo do STF

É muito negativa a repercussão acerca do pedido do senador eleito e diplomado, Flávio Bolsonaro, de barrar a investigação do MPF contra seu ex-assessor, Fabrício Queiroz, aquele que movimentou R$ 1,2 milhão em um ano. O senador  acionou o STF para pedir a suspensão do trabalho da promotoria. O ministro Luiz Fux atendeu, de forma liminar, mas a estratégia está sendo considerada suicida. Confira a nota que o site O Antagonista publicou depois de ouvir, de forma reservada, quatro integrantes do Supremo.

“Quatro ministros do STF concordaram com a opinião de que a estratégia de Flávio Bolsonaro é suicida.

Ele prolongou seu desgaste e jogou seu pai no colo da PGR, obrigando Raquel Dodge a ampliar o escopo da investigação.”

foto> Ap, Silvia Izquierdo

Posts relacionados

O troco de Gean

Autor

Tríplex: a um passo da sentença!

Autor

ANÁLISE: SC definitivamente na Lava Jato

Autor