Blog do Prisco
Coluna do dia

Fim de um era

Fidel Castro era o último grande personagem da política  mundial (Lula até tentou ser, mas se reduziu a uma bola de corrupção) que ainda tinha influência governamental nesta segunda metade da segunda década do Século 21. Sua morte representa, de fato, o fim da política estabelecida depois da Segunda Guerra, a chamada guerra fria.

Fidel foi, senão o mais, um dos mais longevos ditadores da história. E ponto. Há quem diga que Cuba, em sua miséria, era um país justo – onde o pouco que se tinha era bem distribuído. Pode até ser, mas o fato é que a casta do poder, a turma do birô, do partido, vivia abastadamente enquanto o país seguiu na contramão da história. Sem contar as milhares de vidas ceifadas pela tirania do establishment, as perseguições, as restrições, as famílias divididas e a absoluta falta de perspectivas no futuro.

Quem preza a democracia e os direitos individuais não deve loas a Fidel. Com ele, se vão às esperanças de outros ditadores mundo afora, notadamente na América Latina. Nicolás Maduro, eterno aprendiz de Hugo Chávez, é o mais fragilizado. Descanse em paz, Fidel e que Cuba finalmente possa entrar num período de normalidade e oportunidades para seus cidadãos.

 

Reeleito

Na noite da última sexta-feira foi encerrada a apuração dos votos da eleição para a diretoria e Conselho Fiscal da Associação Catarinense do Ministério Público. Foram 513 votos recebidos durante os oito dias de período eleitoral, o que representou a participação de 90% dos associados. O atual presidente, Luciano Naschenweng, liderou a chapa reeleita.

 

Com Temer

Acompanhado por uma comitiva de empresários de Concórdia, Lages, Chapecó e Xanxerê, o deputado federal Celso Maldaner (PMDB) participou, em Brasília, de um encontro com o presidente da República, Michel Temer. O grupo, que foi a Brasília para uma série de audiências, é formado por membros do Núcleo de Comercio Exterior (Comex) da Associação Comercial de Concórdia e de outras instituições representativas do Comércio e Indústria do Estado.

 

Nominata

Entre eles, estão os empresários Adair Lindner, proprietário da Adagil Climatizadores; Wagner Casagrande, da Concórdia Informática; Adriana Rosa, da VR Máquinas e Dispace Distribuidora; Gustavo Reni Vendruscolo, da Roda Brasil Distribuidora; Janete Bonissoni, da Djan Decorações; Vanderlei Varella, da Varella Impressões Gráficas; Milvo Zancanaro, da Gelnex Indústria de Alimentos; Vilmar Cauza e Jaqueline Martarello, da MetalPox, de Xanxerê; e Eliel Burigo, proprietário de uma indústria do ramo madeireiro em Lages.

 

Abalou

Michel Temer ainda está sentindo e pode sentir ainda muito mais os efeitos Geddel Vieira Lima. Caberá ao próximo presidente da Câmara dos Deputados, que ninguém agora arrisca dizer quem será, dar andamento ou não ao pedido de impeachment protocolado pelo PSOL na Casa. O detalhe é que o presidente do Legislativo hoje é o segundo na linha sucessória. Ou seja, é ele quem assume a presidência, ainda que interinamente, na ausência de Teemer. Muitas emoções à vista.

 

Recordista

Deputado Mário Marcondes foi o recordista de emendas apresentadas ao Orçamento do Estado de 2017. Foram 30 no total, nas mais diversas áreas e em todas as regiões de Santa Catarina. Estranhamente, a maioria dos parlamentares não apresentou propostas orçamentárias.

Posts relacionados

Por um fio

leander

Golpe verdadeiro

Autor

Derrota de Moreira

Autor