Blog do Prisco
Destaques Notícias

FPM cresce em abril, mas acumulado do ano continua em baixa se descontada a inflação

Com o repasse da terceira e última parcela do Fundo de Participação dos Municípios – FPM, referente a abril percebe-se que houve crescimento no repasse na comparação com o mesmo período do último ano. “Em valores brutos, somando-se as três parcelas de abril, o repasse deste mês foi de R$ 254,5 milhões. Resultado 12,77% maior do que em abril passado. Mesmo levando-se em conta o IPCA dos últimos 12 meses (8,13%), houve um acréscimo real de R$ 4,64%”, explica o economista da Federação Catarinense de Municípios – Fecam, Alison Fiuza.
Ao se considerar os valores transferidos no acumulado do ano (de janeiro a abril), o FPM apresentou um aumento nominal de 5,83%. O valor total repassado pelo Fundo até aqui foi de R$ 1.131.269.499,87, frente aos R$ 1.068.935.261,89 que haviam sido transferidos entre janeiro e abril de 2014. “Mas, ao se descontar a inflação, vemos que na realidade há uma queda de 2,33%”, alerta o economista.

FECAM FPM

Apesar do aumento de recurso neste mês a Federação pede cautela aos gestores. Segundo o economista da FECAM a conjuntura para o mês de maio indica baixa expectativa quanto ao nível de consumo e de investimento, além do aumento da inflação e das taxas de juros. “Essas condições implicam na desaceleração no ritmo de crescimento do FPM”, finaliza Fiuza.

A FATIA CATARINENSE

O montante destinado a soma dos municípios catarinenses é de R$ 90,8 milhões em valores brutos. Com os descontos para o Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica – FUNDEB e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público – PASEP, o valor líquido creditado nas contas é de R$ 71,7 milhões.

Foto: Fecam, arquivo, reprodução

Posts relacionados

Geovania atrai 43 cidades de SC em seu aniversário

Autor

Dário “critica” fisiologismo, mas mantém irmão na Eletrosul

Autor

Rodrigo Minotto abre espaço para César Valduga

Redação