Blog do Prisco
Destaques

Frente Parlamentar SC-China quer aprofundar laços culturais e econômicos

Compreender a cultura e os valores chineses é a melhor forma de aproximar Santa Catarina da grande potência econômica, líder nas exportações e importações do Brasil e do Estado. A constatação surgiu na reunião da Frente Parlamentar SC China, coordenada pelo deputado Rodrigo Minotto (PDT).

Alunos de mestrado e doutorado da UFSC, que passaram um mês no país asiático no ano passado, fizeram um relato da visita a universidades, empresas incubadoras de tecnologia e centros de pesquisa em cinco grandes cidades. Dados apresentados mostraram a pujança da economia e a possibilidade de acordos com Santa Catarina nas mais diversas áreas de conhecimento.

Informaram que universidades catarinenses já mantêm convênios com universidades chinesas, se colocando à disposição para intermediar futuros acordos comerciais para investimentos no Estado.

O conselheiro da Frente Parlamentar Brasil China no Congresso Nacional, Valmor Comin, concluiu doutorado em economia na China e falou da importância de se relacionar de maneira correta com aquele país. “Precisamos nos comunicar com a forma de pensar dos chineses, uma cultura milenar. O diálogo com as empresas estatais e o governo tem que seguir critérios culturais, aproximar prefeitos e universidades porque há dinheiro disponível para investir no Brasil e, particularmente, em Santa Catarina.”

Correspondente da agência de notícias Xinhua no Brasil há 14 anos, a jornalista Isabel Santos idealizou o Projeto Conexão C. “Cidades como Itajaí, Joinville, Camboriú, Criciúma, Chapecó e Xanxerê são irmãs de cidades chinesas, que já se credenciam a estabelecer relações culturais e econômicas. O meu projeto consta com a parceira do governo Estado e entidades importantes como a Fiesc para implantar curadorias de cultura em várias regiões de Santa Catarina. Em 2025 artistas de nosso Estado vão se apresentar na China e em 2026 seremos anfitriões dos chineses por aqui.”

Para Minotto, as pessoas que tiveram esta vivência na China têm muito a acrescentar para as ações da Frente. “Com estas informações e o conhecimento sobre a forma de pensar dos chineses, podemos articular ações que possibilitem investimentos que beneficiarão os catarinenses.”

Os deputados Matheus Cadorin (Novo), Ivan Naatz (PL) e Mário Motta (PSD) enalteceram as contribuições levadas à Frente Parlamentar e enfatizaram a importância de um grande intercâmbio com o tigre asiático.

Posts relacionados

Fórum Parlamentar Catarinense debate otimização do contrato da concessão da BR-101

Redação

Comissão aprova eventos sobre legislação participativa e direitos do consumidor

Redação

Em 2022 ocorreram 836 vazamentos na rede coletora da Casan no Continente, aponta deputado Mário Motta

Redação