Blog do Prisco
Notícias Últimas

Fundação Aury Luiz Bodanese divulga vencedores do Prêmio Escola Cidadã no RS

Escola Arialícia Chaxim Bes fica na primeira colocação

A valorização dos projetos, a troca de experiências e a descontração tornaram a tarde de quarta-feira (27) especial para os rio-grandenses. Foi com essa energia que a Fundação Luiz Aury Bodanese (FALB), mantida pela Cooperativa Central Aurora Alimentos, revelou o Prêmio Escola Cidadã e a Poesia Destaque, na Casa do Cooperativismo (Ocergs-Sescoop/RS), no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, no Rio Grande do Sul.

O evento iniciou com o espetáculo “Trupi di Trapu teatro de bonecos”, que narra a história de Frederico, um menino que busca um presente especial para pessoas, também, muito especiais. Sem dinheiro, ele recebe sementes de amor para plantar. A proposta do espetáculo é valorizar os sentimentos e não os bens físicos e materiais. A peça é acompanhada por um músico ao vivo que na abertura faz um box de canções infantis para interagir com o público.

Mais de 200 pessoas participaram das atividades, com o objetivo de despertar a importância da preservação ambiental. Estiveram presentes o gerente da unidade da Aurora de Nova Santa Rita Ricardo Danilo Bruggemann, a diretora social da Fundação Sonara Ramos, o gerente de promoção social do Sescoop/RS José Zigomar Vieira dos Santos, representando a secretaria de educação de Sapucaia do Sul Viviane Furtado. A mesa de jurados foi composta por cinco pessoas, que foram representadas pela Maria Inês Pacheco, da Instituição Parceiros Voluntários de Canoas, pelo jornalista do Sescoop/RS Rafaeli Minuzzi e pela geóloga da Secretaria de Meio Ambiente de Canoas Silvia Coan.

Os prêmios fazem parte dos programas Eco Co­­­operação e Roda de Leitura, que abordaram “Valorizando boas práticas socioambientais”. O presidente da FALB Oscar Antonio Trombeta observou que o dever de formar bons cidadãos é uma responsabilidade coletiva, envolvendo, principalmente pais, educadores e Poder Público. “Construímos a cidadania por meio de ações. Os alunos, junto aos professores, desenvolveram os seus projetos e envolveram a comunidade com o objetivo de beneficiar toda a população. Medidas simples, mas fundamentais”.

A reciclagem parece uma prática comum. Entretanto, pesquisa realizada pelo Ipobe em 2018 aponta que 66% dos brasileiros são desinformados referente a coleta seletiva e 39% da população não separa o lixo orgânico dos outros tipos de resíduos.

Pensando no comportamento da sociedade mediante a importância de preservação da natureza, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Profª Arialícia Chaxim Bes desenvolveu o projeto “Resgatando valores e atitudes em busca de saúde para o meio ambiente”, que ficou na primeira colocação do Prêmio Escola Cidadã. “Estou emocionada com o prêmio porque realizamos um trabalho de formiguinha, desenvolvendo ações para o crescimento do projeto. Foram quatro anos de dedicação e, por meio do programa, fomos valorizados”, ressaltou a professora Rose Méri Rodrigues.

Foi premiada em segundo lugar a E.M.E.F. Paulo VI, de Canoas, e, respectivamente, a E.M.E.F Dourado, de Aratiba. Os vencedores da Poesia Destaque foram os alunos Tainá Ferreira (7º Ano da EMEF. Paulo VI, de Canoas), Yuri Gabriel Batista Pocaia (6º Ano E.M.E.F. Prof. Arialícia Chaxim Bes, de Sapucaia do Sul) e Gabriel Hanauer (6º Ano E.E.E.F. Dourado, de Aratiba RS).

“É difícil selecionar os melhores projetos, pois sabemos que todos foram desenvolvidos com muito carinho e, ainda, nos trouxeram exemplos incríveis de preservação e ações que podem ser praticadas em outros municípios. Parabenizamos pela dedicação dos alunos e dos professores que nos receberam de portas abertas para realizarmos juntos ações fundamentais para a preservação do meio ambiente”, finalizou a coordenadora do Eco Cooperação, Samara Arsego.

Posts relacionados

Buligon e Paulo Bornhausen ficam no PSB

Autor

Imposto Sindical é roubo institucionalizado, denuncia Peninha

Autor

Rodrigues reabre escritório na Capital

Autor