Blog do Prisco
Destaques

Governo de SC apresenta à indústria panorama das contas públicas

As receitas do estado de Santa Catarina alcançaram R$ 45,8 bilhões em 2023 e registraram queda de 2,7% nas despesas, se comparado a 2022. Os dados foram apresentados pelo secretário de estado da Fazenda, Cleverson Siewert, em reunião da diretoria da FIESC nesta sexta-feira (22). O aumento da arrecadação é uma das estratégias do Plano de Ajuste Fiscal.

De acordo com Siewert, as despesas do executivo no ano passado foram de R$ 36,7 bilhões. “O estado não registrava queda em despesas há mais de dez anos e fizemos isso contra uma inflação de 4,6%. Medidas para frear os gastos com folha de pagamento também resultaram em crescimento de 6,6%, resultado três vezes menor se comparado a 2022”, destacou.

Siewert falou sobre o investimento de R$ 1,3 bilhão em saúde, educação, ciência e tecnologia, além do ensino superior, e citou desafios a serem superados pela atual gestão. “Temos um problema fiscal que cresceu com a pandemia. Apenas 2% do orçamento é destinado a novos projetos e temos ainda o déficit da previdência, que tende a aumentar com o envelhecimento da população”, analisou o secretário, lembrando que essa é uma realidade que está afetando a economia do país.

“O rigor da gestão das contas públicas é a grande cobrança da sociedade, pois se cobra muito de quem está produzindo”, observou Mario Cezar de Aguiar, presidente da FIESC.

Siewert falou ainda sobre o andamento dos programas conduzidos pela Secretaria, como o Recupera Mais que já recuperou R$ 1,4 bilhão de ICMS em atraso; o Plano de Desenvolvimento Energético para a Indústria Catarinense, que destinou R$ 4,5 bilhões ao setor de energia visando a atração de novos investimentos; e o Programa Estadual de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe SC), que injetou R$ 2 bilhões na economia.

Posts relacionados

PIB de Santa Catarina deve crescer 2,4% e superar a média do Sul e do país e em 2024, estima Santander

Redação

Férias Escolares: Autorização de Viagem para menores cresce 50% e atinge recorde em Santa Catarina

Redação

Indústria catarinense cresce 6,4% no ano até maio

Redação