Blog do Prisco
Notícias

Governo do Estado vai construir novo Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil

O governo de Santa Catarina, através da Secretaria de Estado da Defesa Civil homologou a licitação que trata da construção do Centro de Monitoramento e Alerta Catarinense. A empresa vencedora da licitação é a Rames Engenharia LTDA, de Itajaí.

A ordem de serviço será emitida e assinada nos próximos dias e a construção iniciada em breve. O prazo para conclusão é de 360 dias após assinatura da ordem de serviço. O investimento feito é de R$ 10, 2 milhões. O montante é proveniente de financiamento feito, através do Banco do Brasil e já está assegurado.

prédio alerta e monitoramento da Defesa CivilO novo Centro de Monitoramento e Alerta do Estado vai contar com os serviços da Secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina, monitoramento e previsão do tempo, emissão de avisos e alertas, serviço de hidrologia entre outras ações e proteção ao cidadão catarinense.

O prédio será erguido onde está localizada a Defesa Civil de Santa Catarina, na avenida Ivo Silveira, no bairro Capoeiras, em Florianópolis. A estrutura vai contar com quatro andares para e subsolo para receber todos os serviços ligados a situações de crise.

Conforme o Secretário de Estado da Defesa Civil, Milton Hobus, a estrutura será um avanço nos trabalhos de mitigação de desastres naturais em Santa Catarina. “Quando todas as informações estiverem centralizadas, vamos desenvolver serviços com maior antecedência e prevenir possíveis situações críticas,” garantiu.

A estrutura também contará com todo aparato para que o próprio governador possa despachar do Centro de Monitoramento durante uma crise. De acordo com o Secretário Adjunto de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, o Centro é uma das ações previstas pelos Estudos da Agência de Cooperação Internacional – Jica, que elaborou um estudo aprofundado em 2011, em Santa Catarina. “Os estudos apontaram a necessidade de três ações, implantação do centro de monitoramento e alerta, mitigação de cheias, e gestão de situação de risco com
deslizamentos,” disse.

Com a conclusão do novo Centro de Monitoramento e Alerta prevista para o segundo semestre de 2016, quando todo o novo sistema da Defesa Civil deverá estar operando. “Vamos ter informações atualizadas, com a participação efetiva dos municípios, que vão abastecer as plataformas,” afirmou Milton Hobus.

Hobus também lembrou que o sistema inteligente da Defesa Civil que vai contar com informações sobre mapeamento de áreas de risco, planos de contingências dos municípios e todas informações sobre a cidade está em desenvolvimento. “também estamos implantando um sistema interno e vamos colocar a disposição dos catarinenses, o aplicativo que será uma das principais ferramentas de orientação da população,” pontuou, Hobus.

Tanto Milton Hobus, quando Rodrigo Moratelli enfatiza que além da obra estrutural que será iniciada é importante, mas além disso, o maior ganho é nos serviços que serão prestados e de forma centralizada pelo Governo de Santa Catarina.

Foto: reprodução

Posts relacionados

Deputado Leonel Pavan assume presidência do Parlasul

Autor

Mota tem audiência com diretor geral do DNIT, em Brasília, sobre Serra da Rocinha

Autor

PP prepara convenção e fala em Amin-2018

Autor