Blog do Prisco
Manchete

Hang busca convergência entre senadores

Sinalizando claramente que tem tudo para disputar o Senado no ano que vem, o empresário Luciano Hang tem circulado cada vez com mais desenvoltura nos meios políticos. Esta imagem, feita em Campos Novos durante o fim de semana, é emblemática. 

Hang entre os dois senadores, Esperidião Amin e Jorginho Mello, eleitos em 2018. Mello é candidatíssimo ao governo em 2022, condição para a qual o senador progressista é sempre lembrado. 

Jorginho tem estruturado o seu partido, o PL, mas almeja atrair um aliado de peso, como o Progressistas. Projeta uma composição, construção delicada considerando-se o tamanho e a história do PP catarinense. 

É aí que pode entrar Luciano Hang. Agregador e com talento nato para construções bem sucedidas, o empresário vai se posicionando no tabuleiro estadual. 

O dono da Havan ainda não decidiu por qual partido irá concorrer. Mas, segundo o colega Robson Bonin, responsável pelo blog Radar, do Portal da Veja, o PL não deve ser o destino dele. “Em Santa Catarina, o partido é comandado por Jorginho Mello, senador com histórico de apoio a governos petistas. Em 2018, Luciano Hang já havia negado apoio a Jorginho.”

Cordialidade

Luciano Hang tem estado mais próximo de Jorginho Mello, mantém um relacionamento cordial, mas não parece realmente inclinado a filiar-se ao PL que o senador pilota com mão de ferro em Santa Catarina.