Blog do Prisco
Coluna do dia

Inovação na Segurança

O governador eleito e diplomado, Carlos Moisés, anunciou, entre quinta e sexta-feira, mais nomes do seu  futuro governo. Agora, para fechar o primeiro escalão, só falta definir o titular da Educação. Até o fechamento da coluna, ainda não havia sido escolhido ou escolhida. Nestes dois dias antes de o ano acabar de fato, o destaque do governo de transição é a inovação na Segurança Pública.

De maneira acertada, o governo terá a solução de continuidade na Polícia Militar. O coronel Araújo Gomes seguirá no comando da briosa corporação.  Via rede social, Moisés também informou ao distinto público como ficará o rodízio de dirigentes da Segurança Pública, dentro do modelo inédito.  Cada chefe de Polícia (Civil, Militar, Bombeiros e IGP) será o coordenador do Conselho Superior de Segurança Pública por um ano. Na estrutura da reforma administrativa, não haverá a figura do secretário de Segurança Pública.

Araújo Gomes, aliás, será o primeiro a pilotar o conselhão. O formato vem recebendo críticas, mas é preciso dar um crédito à iniciativa, que ainda nem saiu do papel. O que importa, na verdade, para o cidadão comum, é a redução da criminalidade. Se ela continuar caindo em Santa Catarina, o Conselho e o rodízio serão aceitos e aprovados sem maiores problemas.

 

Rodízio

Em 2019, o comandante da PMSC,  coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior inaugura a pilotagem do Conselho Superior de Segurança. Na sequência, virão Paulo Koerich, Delegado-Geral da Polícia Civil (2020); o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel João Valério Borges (até fevereiro) e, em 2022 será a vez do  Diretor do Instituto Geral de Perícias, Giovani Eduardo Adriano.

 

Quase unânime

Se o modelo é inovador,  o fato é que, para a Segurança Pública, o governador eleito escalou um timaço. A começar pelo delegado-geral, Paulo Koerich, e pelo comandante-geral da PMSC, Araújo Gomes. Os dois são quase unanimidades nas duas corporações, o que é raro. Notadamente em se tratando de instituições policiais.

 

Infraestrutura

A Secretaria de Infraestrutura será comandada pelo coronel do Exército, Carlos Hassler. Segundo o governador eleito, ele foi escolhido “em virtude da larga experiência que tem na área de engenharia e execução de importantes obras no estado. Sob comando do coronel Hassler, foram construídos o molhe do Porto de Imbituba e do berço para atracação de navios no porto de São Francisco do Sul, pavimentação da rodovia SC 114- Caminhos da Neve além de outras obras.”

 

Adeliana perde

Em uma eleição acirrada (10 a 9), onde saiu vencedor sobre chapa apoiada pela prefeita Adeliana Dal Pont, Michel Schlemper foi escolhido para pilotar a Câmara de Vereadores de São José nos próximos dois anos.

O apoio do atual presidente, Orvino Coelho, foi decisivo. Ele mostrou sua força, fez o sucessor e vai pavimentando seu caminho com vistas ao pleito majoritário de 2020.

 

Fragilidade

A votação aconteceu na tarde de quinta-feira, 20, e definiu também demais integrantes da mesa, vereadores Nardi Arruda (vice-presidente), Edilson Vieira (1º Secretário) e Abel Veiga (2º Secretário). A prefeita Adeliana Dal Pont saiu fragilizada da disputa e não deve ter vida fácil nos dois últimos anos do mandato.

Posts relacionados

Gavazzoni ajuda na articulação

Autor

No telhado

Autor

Os 10 de SC

Autor