Blog do Prisco
Manchete

Mais dois ex-presidentes na fila!

Michel Temer é o segundo ex-presidente que vai parar atrás das grades, alcançado, assim como Lula da Silva, pela brilhante atuação da Lava Jato. O emedebista, que sucedeu Dilma Rousseff, foi detido ontem de manhã em São Paulo e transferido para o Rio de Janeiro.

Vale frisar que outros dois ex-presidentes estão na mira e podem seguir o mesmo caminho de Lula e Temer. A delação de Antônio Palocci complicou sobremaneira a situação de Dilma. Fernando Collor continua sendo investigado e pelo seu perfil não seria de se estranhar que também acabe no xilindró.

A ação desmonta de vez a balela petista de perseguição ao ex-guru do esquerdismo no Sul do mundo. Nunca houve isso, até porque políticos de vários partidos sentiram na pele os rigores da Lava Jato, sem falar nos incontáveis e antes intocáveis mega empresários, como Marcelo Odebrecht, que foram presos e punidos.

A ação envolvendo Temer também sinaliza que a Lava Jato não pretende parar e que não vai acabar pelo ativismo sem vergonha de alguns integrantes do STF ou mesmo por ações isoladas de políticos.

Os inimigos da operação terão muito trabalho para acabar com ela, que conta com o irrestrito apoio da opinião pública brasileira.

Dezena

Michel Temer responde a 10 inquéritos. Em um deles, o delator é o empresário José Antunes Sobrinho, da Engevix, figurinha que era vista com facilidade em altas rodas de Florianópolis, onde ele inclusive mantém residência. Zé Sobrinho declarou ao juízo que deu R$ 1 milhão em propina, que era destinada ao ex-presidente.

Quinteto

O ex-ministro Moreira Franco também foi preso. Logo depois do ex-chefe. Ele é o quinto ex-governador do Rio de Janeiro preso. E vem a ser padrasto da mulher de Rodrigo Maia, presidente da Câmara. Na quarta-feira, o mundo político se surpreendeu com a grosseria de Maia. O deputado atacou sem qualquer pudor o pacote anticrime de Sérgio Moro. Tá explicado. Certamente o genro já sabia o que ia acontecer com Moreira Franco, o gato angorá da Lava Jato.

Quatro décadas

Segundo a Lava Jato no Rio de Janeiro, Michel Temer chefia uma quadrilha há 40 anos!

 

Posts relacionados

Na prática, ano legislativo começa nesta terça com a mensagem do governador

Redação

MPSC e Polícia Civil deflagram a Operação Seival 2

Redação

Ponto e contraponto

Redação