Blog do Prisco
Artigos

Mês de reflexão

Cláudia Prudêncio
Advogada e Presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de SC – CAASC

Quando falamos em um dia internacional especialmente dedicado às mulheres, não temos como objetivo comemorar. O esforço é para tentar diminuir e terminar com o preconceito e a desvalorização feminina.

Ao longo dos anos, muitas têm sido as vitórias das mulheres: a conquista de direitos como o de votar e se candidatar a cargos políticos, além da criação de delegacias de proteção à mulher.

Mesmo com todos os avanços, nós ainda sofremos com salários baixos, violência, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional.

Vamos aos dados: dentre a metade da população do mundo, 40% da força de trabalho é feminina; somos mais de 50% nas universidades; somos responsáveis por 75% do consumo. Por outro lado, as mulheres representam apenas 30% da liderança nas empresas. A porcentagem fica ainda mais baixa quando nos referimos a CEO e CFO, onde ocupamos somente 8,5% dos cargos. As mulheres trabalham em média uma hora a mais por dia do que os homens e ganham apenas 77% do salário deles.

Esses números só comprovam a importância da luta pela autonomia feminina e que a igualdade entre os sexos tem que ser parte fundamental de todos os processos de transformação.

É neste sentido que a Caixa de Assistência dos Advogados de Santa Catarina vem atuando com firmeza e comprometimento. Hoje, a advocacia catarinense conta com 50% de mulheres advogadas. A Caixa, desempenhando o seu papel assistencial, vem desenvolvendo uma série de ações focadas em nossas colegas. São campanhas relacionadas à saúde física e mental, esportes, lazer, entre outras.

Marcando este mês especial, lançaremos nesta segunda-feira (9), o CAASC Saúde Mulher, oferecendo gratuitamente às advogadas de todo o Estado exames de prevenção ao câncer de colo de útero, 3º tipo de câncer que mais mata mulheres no Brasil.

Nesta data simbólica por busca de igualdade, desejo que as diferenças sejam superadas e respeitadas. Que seja um dia para pensar, repensar e organizar as mudanças em benefício da mulher e de toda a sociedade. Só assim será possível fazermos nossas escolhas e decidirmos os rumos de nossas vidas.

Posts relacionados

As autuações do Fisco podem aumentar em até 40% até final do ano. O que fazer?

Autor

Um desrespeito com os catarinenses

Autor

A traição do voto secreto

Autor