Blog do Prisco
Manchete

Oposição se articula

O ex-deputado federal Décio Lima foi reconduzido, sexta-feira, para novo mandato à frente do PT catarinense. Permanecerá na proa partidária por mais quatro anos.

Certamente, a posse marca um novo momento da oposição em Santa Catarina e no Brasil.

Até hoje, Jair Bolsonaro não teve oposição verdadeira. Uma ou outra ação/questão pontual por parte de parlamentares do PT, do PCdoB, do PSOL, mas nada articulado, sistemático, sobretudo no Congresso Nacional.

A partir da soltura de Lula da Silva, os petistas iniciam uma reorganização visando, ainda, a eleger prefeitos e vereadores no ano que vem. Embora o ex-presidente não desfrute da popularidade que teve um dia e hoje encontre dificuldades de circulação, vivendo até situações constrangedoras em função do seu passado, o fato é que o catarinense vai pegar carona na liberdade de Lula da Silva. Além de amigos e correligionários, os dois são compadres. Décio Lima batizou Lurian da Silva, filha do ex-metalúrgico.

Estado

 O mesmo pode valer para Santa Catarina, onde Moisés da Silva também ainda não sabe o que é ter contra si uma oposição organizada. Curiosamente, até aqui foi o próprio PSL quem mais bateu de frente com o governador. Olhando-se de forma mais apurada o cenário, percebe-se que o PT está na sua versão mais light na Assembleia Legislativa. Gelson Merisio deu uma entrevista e sumiu do cenário.

Observando

 E os senadores Esperidião Amin e Jorginho Mello, embora tenham claras pretensões com vistas ao pleito de 2022, concentram-se mais em Brasília. Jorginho, aliás, vem tricotando com os apoiadores de Jair Bolsonaro, mas tem evitado caneladas explícitas no governador. Tanto lá como cá, o quadro tende a mudar com Lula da Silva organizando o barulho contra os governos da vez.

Caneta

Moisés da Silva vem usando uma das maiores armas de um governador: a caneta. Somente para o Sul, onde ele esteve novamente na quinta-feira, já foram anunciados mais de R$ 50 milhões para obras. Os deputados aliados – sobretudo de MDB, PDT e PP – não perdem uma chance de posar para fotos e discursar ao lado do mandatário.

Décio Lima e membros da nova direção do PT-SC são empossados

O Partido dos Trabalhadores de Santa Catarina realizou na manhã da sexta-feira, 15, a posse do presidente Décio Lima e da nova Direção Estadual que comandarão o partido pelos próximos quatro anos.

De acordo com o presidente reeleito, o partido está vivendo um novo momento e o objetivo é continuar a luta pelo fortalecimento, protagonismo e construção do PT em todos os cantos do Estado

“Iniciamos um processo com muito otimismo para a construção da agenda que irá protagonizar a luta do povo catarinense do campo, da cidade, do movimento social e sindical, e também para construir o processo das eleições municipais 2020”, afirmou o presidente.

A nova direção tem como objetivo ampliar a base petista nos municípios em 2020 alcançando, nas eleições municipais do próximo ano, o maior número de prefeitos (as), vices, vereadores (as), e também preparar o partido para a disputa ao governo estadual em 2022.

Durante o encontro que contou com a presença de lideranças políticas, sindicais e militantes também foram realizados encaminhamentos do 7º Congresso Estadual, além da discussões sobre as eleições 2020, encontro Estadual Eleitoral, encontro dos Movimentos Sociais e uma Caravana Estadual 2020, e a vinda do ex-presidente Lula ao estado.

Posts relacionados

ACIJ defende menor repasse da receita líquida estadual aos poderes

Fabian Oliveira

Partidos encrencados em SC

Fabian Oliveira

PRB deve apoiar Salvaro em Criciúma

Fabian Oliveira