Blog do Prisco
Coluna do dia

Paciência se esgota

A lua-de-mel do Democratas com Michel Temer pode estar com os dias contados, assim como a paciência de vários setores sociais, que devem aumentar o tom de cobrança sobre o governo a partir da iminente efetivação do peemedebista no cargo de presidente.

Ferrenho opositor de Dilma Rousseff e do PT, o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado, sinaliza que pode voltar à oposição. Vai discutir o assunto com a cúpula do partido assim que o processo de impeachment for encerrado, provavelmente no domingo.

A senha de Caiado é sobre o faz-de-conta do ajuste fiscal. Enquanto avalia aumentar impostos e acaba de aprovar o texto-base da lei orçamentária para 2017 com previsão de rombo de R$ 139 bilhões nas contas públicas, o governo Temer, por outro lado, já autorizou aquele pacotaço de reajustes salariais para 14 categorias. E agora, o PMDB do Senado articula para aprovar, em regime de urgência, aumentos salariais para ministros do STF, e também para o Ministério Público Federal e a Defensoria Pública. É uma generosidade e tanto para um governo quebrado e que iniciou pregando a necessidade de não se aumentar salários de servidores!

 

Vice na campanha

O vice-governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira (PMDB), aterrisa em Criciúma nesta quinta-feira (25) para participar de eventos de apoio à candidatura de Márcio Búrigo (PP) e Acélio Casagrande à Prefeitura.

 

Corpo-a-corpo

Já nesta quinta, às 19h30min, ele participa de uma reunião com eleitores da Grande Santa Luzia, que será realizada no Centro Comunitário do bairro Vila Manaus.

 

MP pressiona

Presidente da Associação Catarinense do Ministério Público, Luciano Naschenweg, aproveitou a ida a Brasília para defender, junto ao deputado Esperidião Amin, que o texto original do PL 257, aprovado no plenário da Câmara, não seja alterado durante a votação dos destaques.  O ex-governador revelou que os destaques à matéria devem ser votados até o fim do mês, mas não devem alterar substancialmente o que foi aprovado em Plenário no dia 10/8.

 

Amin amenizou

Importante lembrar que Amin propôs um novo texto, mais brando do que o original proposto pelo Executivo, incluindo a emenda aglutinativa para supressão do inciso II do artigo 4º e retirou do texto da exigência de os Estados congelarem por dois anos as promoções e aumentos salariais aos servidores públicos.

 

Combate

A Comissão Especial do Projeto de Lei 4850/16, que discute as dez medidas de combate à corrupção propostas pelo Ministério Público Federal (MPF) – da qual o deputado federal Celso Maldaner (PMDB-SC) é membro titular – está promovendo uma série de audiências públicas, em Brasília, para promover o amplo debate do tema e tentar formar um texto de consenso sobre o assunto.

 

Posts relacionados

Toga blindada

Autor

Caos total

Autor

Reflexos políticos

Autor